A EDUCAÇÃO E A COLONIALIDADE: A ANÁLISE DE IMAGENS ENQUANTO INSTRUMENTO CRÍTICO PARA O ENFRENTAMENTO DAS IDEOLOGIAS RACIAIS

Suely dos Santos Souza

Resumo


Este trabalho apresenta uma reflexão acerca da dominação colonial ideológica que perdura no espaço e no tempo e se estrutura sutil e cruel no imaginário popular e na estrutura social e institucional. Tem como objetivo apresentar a necessidade e urgência de se extinguir tal visão para construirmos uma sociedade em que os direitos sejam iguais para toda a população, e a educação como instrumento primordial nessa luta. Nessa perspectiva, utiliza-se da análise de imagem enquanto instrumento auxiliar crítico para a educação, com a intenção de descortinar ideologias raciais que se escondem por detras de imagens utilizadas no cotidiano pedagógico. Para isso, utilizou-se da análise iconográfica de Panofsky (2002) para nortear a investigação que nos instrumentaliza na compreensão dos significados existentes no texto imagético. Nessa perspectiva, conclui-se que imagens utilizadas no contexto escolar ainda hoje difundem ideologias raciais que precisam ser entendidas, descortinadas e desconstruídas considera-se que, não obstante as muitas lutas e reflexões empreendidas pelos movimentos sociais negros, pela academia, e regulamentado por lei, esses livros ainda reproduzem e disseminam concepções ideológicas etnocêntricas que precisam ser erradicadas na busca pela construção de uma sociedade realmente justa e igualitária

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/asppdci.v1i13.4669

Apontamentos

  • Não há apontamentos.