POR UMA CARTOGRAFIA DAS POÉTICAS DA VOZ NA BAHIA: MÉTODOS DE REGISTRO E INTERPRETAÇÃO

Edil Silva Costa, Daiane de Araújo França

Resumo


Este artigo está dividido em duas partes: em um primeiro momento
trata-se dos estudos sobre literatura oral e do Projeto Cartografia de Poéticas
Orais do Brasil. A partir dos estudos das poéticas da voz na Bahia, discute-se
a metodologia da pesquisa para a literatura oral, que exige do pesquisador a
interação com outras áreas do conhecimento e a adequação do aparato teórico
dos estudos literários e culturais. Temos como questão de pesquisa de
que modo as comunidades tradicionais mantêm e ressignificam sua cultura
na contemporaneidade. Na segunda parte do artigo, exemplificando a metodologia
de abordagem das literaturas da voz, com suas especificidades, e retomando
a questão de pesquisa, apresenta-se uma manifestação da cultura
popular de uma comunidade da região sisaleira da Bahia, o “Boi Roubado”.


Texto completo:

PDF

Referências


CASCUDO, Luis da Câmara. Literatura oral no Brasil. 3. ed. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo:

Ed. USP, 1984.

CASCUDO, Luis da Câmara. Contos tradicionais do Brasil. São Paulo: Global, 2004.

COSTA, Edil Silva. Cinderela nos entrelaces da tradição. Salvador: Secretaria de Cultura;

EGBA, 1998.

FARIAS JÚNIOR, Jorge França de. Um estudo sobre arte verbal: da performance do Cordel do

Fogo Encantado ao ethos da cultura popular do sertão do Moxotó em Pernambuco. Revista

dos Cursos de Pós-Graduação. Campinas: Unicamp, v. 10, p. 149-63, 18 fev. 2004.

FRANÇA, Daiane de Araújo. Boi roubado: a articulação dos recursos linguísticos performáticos

em uma tradição do trabalho em festa. Monografia da Graduação em Letras com Habilitação

em Língua Portuguesa e Literaturas. Conceição do Coité: UNEB, 2012.

JAKOBSON, Roman. Le folklore, forme spécifique de création. In: Id. Questions de poétique.

Paris: Seuil, 1973.

NASCIMENTO, Bráulio do. Catálogo do conto popular brasileiro. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro;

IBECC; Unesco, 2005.

ROMERO, Silvio. Folclore brasileiro: contos populares do Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia; São

Paulo: Edusp, 1985.

SANTANA, Charles d’Almeida. Fartura e ventura camponesas: trabalho, cotidiano e migrações:

Bahia 1950-1980. São Paulo: Annablume, 1998.

SANTANA, Charles d’Almeida. Trabalhadores rurais do Recôncavo Baiano: memórias e linguagens.

Projeto História: Revista PUC, n. 16. EDUC. 1998.

SANTOS, Renata Conceição dos. Cantos de trabalho: rupturas e permanências no Recôncavo

Sul da Bahia. In: ANAIS do III Encontro Estadual de História: poder, cultura e diversidade – ST

: poder, culturas, conflitos e violência no campo brasileiro. Disponível em:

http://www.uesb.br/anpuhba/artigos/anpuh_III/renata_conceicao.pdf. Acesso em: 28 mar..

THOMPSON, Edward P. Costumes em comum: estudos sobre a cultura popular tradicional.

São Paulo: Cia. das Letras, 1998.

ZUMTHOR, Paul. A letra e a voz: a “literatura” medieval. São Paulo: Cia. das Letras, 1993.

ZUMTHOR, Paul. Introdução à poesia oral. São Paulo: Hucitec, 1997.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção e leitura. São Paulo: Educ, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/cl.v14i1.1462

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Universidade Estadual de Feira de Santana

A Cor das Letras está indexada em: 
 
 

A Revista A Cor das Letras está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSNe 2594-9675 
ISSN-L 1415-8973