OS SENTIDOS DA ARTE

Miguel Almir L. de Araújo

Resumo


O texto emerge de experiências e meditações desenvolvidas de modo teórico e empírico durante as minhas trajetórias profissionais. Trata da Arte como modo próprio de conhecimento que se constitui desde as esferas da intuição, da imaginação criante, da consciência compreensiva, da corpo- reidade, das afecções (emoções e sentimentos), do espírito crítico-criador. Arte como expressão de formas simbólicas que mobilizam as dimensões vas- tas e fundas da sensibilidade humana, da poeticidade do existir. Como ex- pressão da poiesis, dos processos poéticos de criação, que, dessa forma, in- cidem na transgressividade e na transfiguração do real mediante seus símbolos mitopoéticos. Símbolos que plasmam formas inaugurais instalado- ras de significados e de sentidos que dão intensidade, cromaticidade e en- cantamento ao existir. Arte como experiência intensiva de fruição da sensibi- lidade e que potencializa entrelaces e compartilhamentos humanos, momentos profícuos de celebração da vida.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Carlos Dummond. Sentimento do mundo. Rio de Janeiro: Record, 2000.

ARAÚJO, Miguel Almir L. de. Laços de encruzilhada: ensaios transdisciplinares. Feira de San- tana: UEFS, 2002.

ARAÚJO, Miguel Almir Lima de. Os sentidos da sensibilidade: sua fruição no fenômeno do educar. Salvador: EDUFBA, 2008.

CAMPOS, Maria José Rago. Arte e verdade. São Paulo: Loyola, 1992.

CASSIRER, Ernst. Ensaio sobre o homem: introdução a uma filosofia da cultura humana. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

DELEUZE, Gilles; GUATARI, Félix. O que é filosofia? Rio de Janeiro: Ed. 34, 1992. DUARTE JÚNIOR, João F. Fundamentos estéticos da educação. Campinas: Papirus, 1988. FISCHER, Ernst. A necessidade da arte. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

GUATTARI, Felix. Caosmose: um novo paradigma estético. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1992. JUNG, Carl G. O espírito na arte e na ciência. Petrópolis: Vozes, 1991.

MORIN, Edgar. O método 5: a humanidade da humanidade: a identidade humana. Porto Alegre: Sulina, 2002.

MORIN, Edgar. Amor poesia sabedoria. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.

MORIN, Edgar. A carta de identidade terrena. Revista Margem Condição planetária. FCS PUC/SP, n. 3, dez. 1994.

NIETZSCHE, Friedrich. Obras incompletas: o nascimento da tragédia no espírito da música; humano, demasiado humano; aurora; a gaia ciência; assim falou Zaratustra. Vol. I Col. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1987a.

NIETZSCHE, Friedrich. Obras incompletas: a filosofia na época trágica dos gregos; para além do bem e do mal; para a genealogia da moral; o anticristo; ecce homo. Vol. II. Col. Os pensa- dores. São Paulo: Nova Cultural, 1987b.

NOVAES, Adauto. (Org.). Artepensamento. São Paulo: Cia. das Letras, 1994. NUNES, Benedito. Introdução à filosofia da arte. São Paulo: Ática, 1989.

PAVIANI, Jayme. A racionalidade estética. Porto Alegre: Edipucrs, 1991.

PESSOA, Fernando. Ficções de interludio. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

RANZ, Ángeles Garcia. El artista interior: de lo espiritual en el desarrollo artístico. Mexico: Ed. Piensa, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/cl.v13i1.1475

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Universidade Estadual de Feira de Santana

A Cor das Letras está indexada em: 
 
 

A Revista A Cor das Letras está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSNe 2594-9675 
ISSN-L 1415-8973