Os suportes de leitura de acadêmicos de Letras e de Pedagogia: discutindo os resultados de uma pesquisa

Deisi Luzia Zanatta

Resumo


Este artigo visa descrever e analisar os modos de ler, especialmente os que se referem à leitura no suporte digital e impresso dos estudantes ingressantes nas licenciaturas de Letras e de Pedagogia de três universidades brasileiras. Trata-se de um estudo qualitativo e quantitativo, resultado final de uma pesquisa desenvolvida na Universidade de Passo Fundo (UPF), de 2015 a 2019, que, por sua vez, é um desdobramento de um Projeto de Cooperação Acadêmica Interinstitucional – Procad cujas universidades integrantes foram: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), campus de Assis, de Marília e de Presidente Prudente, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e Universidade de Passo Fundo (UPF). Os dados obtidos mostraram que a leitura no suporte digital não anulou essa mesma prática na modalidade impressa. Tais resultados sugerem que os cursos superiores de Letras e de Pedagogia das instituições do Procad repensem as ações metodológicas que envolvem as atividades leitoras com textos digitais e de papel. Por fim, realizamos uma proposta de prática de leitura levando em consideração o suporte impresso e digital.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/cl.v21i2.4705

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Universidade Estadual de Feira de Santana

A Cor das Letras está indexada em: 
 
 

A Revista A Cor das Letras está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSNe 2594-9675 
ISSN-L 1415-8973