A representação do vestuário da elite feminina carioca (1854-1864) em Diva, de José de Alencar

Fernanda de Oliveira Conceição, Adeítalo Manoel Pinho

Resumo


O objetivo deste artigo foi entender como José de Alencar (1829-1877) representou o vestuário da elite feminina carioca (1854-1864) na diegese de seu romance urbano Diva (1959 [1864]). É de interesse não apenas à esfera acadêmica, cuja necessidade está em atualizar a obra alencariana, tendo aparo em aportes teóricos que possibilitem elucidar sua complexidade, provocando, com isso, outro olhar do século XIX, que se reflete na contemporaneidade; mas também aos estudos de gênero, permitindo entrever, por meio do vestuário, a atuação social da mulher de elite no período correspondente ao recorte temporal (1854-1864) e refletir sobre como o papel que lhe foi designado permanece hoje – desta vez, seu alcance não se limitando a apenas uma classe social. Como referencial teórico, há contribuições de Genette (2017 [1972]) e Sant’anna (1979 [1973]) à Narratologia e fizemos cotejo entre a pesquisa e outros trabalhos que mantêm relação com o tópico, como os de Hernandes (2015), Lajolo; Zilberman (1996), Souza (1993, 2005), dentre outros. Envolvido nos assuntos de seu tempo, Alencar acertou sobre os temas que escolheu escrever, garantindo às obras uma possível recepção por parte do público-alvo, seja através de leitoras fictícias que elaborou para garantir tal aceitação, seja na representação da vida privada do homem comum. 

Palavras-chave: Diva. José de Alencar. Diegese. Vestuário.


Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, José de. Ao correr da pena: crônicas publicadas no “Correio Mercantil”, de 3 de setembro de 1854 a 8 de julho de 1855, e no “Diário do Rio”, de 7 de outubro de 1855 a 23 de novembro do mesmo ano, ambos os jornais do Rio de Janeiro. São Paulo: Instituto de Divulgação Cultural, [19--].

______. 1959 [1864]. Diva. In: José de Alencar: obra completa. Rio de Janeiro: José Aguilar. p. 459-570. v. 1.

______. 1959 [1862]. Lucíola. In: ______. Rio de Janeiro: José Aguilar. p. 307-458. v. 1.

______. 1959 [1870]. A pata da gazela. In: ______. Rio de Janeiro: José Aguilar. p. 571-687. v. 1.

______. 1959 [1875]. Senhora. In: ______. Rio de Janeiro: José Aguilar. p. 941-1214. v. 1.

AZEVEDO, M. de. As luvas. O espelho: revista semanal de litteratura, modas, industria e artes, Rio de Janeiro, n. 1, p. 7, 4 set. 1859. Disponível em: http: /bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/>. Acesso em: 23 set. 2018.

CANDIDO, Antonio. O triunfo do romance. In: Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. 3. ed. São Paulo: Martins, [196-]. p. 221-235. v. 2.

CHRONICA elegante. O espelho: revista semanal de litteratura, modas, industria e artes, Rio de Janeiro, n. 1, p. 11, 4 set. 1859a. Disponível em: http: /bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/>. Acesso em: 23 set. 2018.

______.______, Rio de Janeiro, n. 2, p. 10, 11 set. 1859b. Disponível em: http:/bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/>. Acesso em: 23 set. 2018.

CONCEIÇÃO, Fernanda de Oliveira; ARAÚJO, Andréia Silva de. Aurélia Camargo sob as tramas do amor cortês: uma relação entre Senhora e o código do amor medieval. Anais do VIII Seminário de Estudos Filológicos: Filologia e Humanidades Digitais, Feira de Santana, p. 367-373, 2016. Disponível em: . Acesso em: 07 nov. 2018.

DESCRIPÇÃO da estampa. Jornal das senhoras: moda, litteratura, bellas-artes e theatros, Rio de Janeiro, n. 2, p. 10, 14 jan. 1855a. Disponível em: http:/bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/>. Acesso em: 26 set. 2018.

______.______, Rio de Janeiro, n. 6, p. 42, 11 fev. 1855b. Disponível em: http:/bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/>. Acesso em: 26 set. 2018.

______.______, Rio de Janeiro, n. 11, p. 84, 18 mar. 1855c. Disponível em: http:/bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/>. Acesso em: 26 set. 2018.

______.______, Rio de Janeiro, n. 24, p. 186, 17 jun. 1855d. Disponível em: http:/bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/>. Acesso em: 26 set. 2018.

FILHO, Luís Viana. A vida de José de Alencar. Rio de Janeiro: J. Olympio; Brasília: INL, 1979.

GENETTE, Gérard. 2017 [1972]. Figuras III. 1. ed. Tradução de Ana Alencar. São Paulo: Estação Liberdade.

LAJOLO, Marisa; ZILBERMAN, Regina. A formação da leitura no Brasil. São Paulo: Editora Ática, 1996.

MENDES, Oscar. José de Alencar: romances urbanos. Rio de Janeiro: Editora Agir, 1965.

PINHO, Adeítalo Manoel. O sistema literário de “A conquista”: nomes, leitura e números para um romance de Coelho Neto. Literatura em debate, Rio Grande do Sul, v. 3, n. 4, p. 109-128, ago. 2009. Disponível em: http:/revistas.fw.uri.br/index.php/literaturaemdebate/article/view/468/849>. Acesso em: 14 abr. 2019.

PINHO, Wanderley de Araújo. O salão de Nabuco: um namoro de José de Alencar. In: Salões e damas do segundo reinado. 2. ed. São Paulo: Martins, [19--?]. p. 155-165.

REIS, Adriana Dantas. Cora: lições de comportamento feminino na Bahia do século XIX. Salvador: FCJA, Centro de Estudos Baianos da UFBA, 2000.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. 1979 [1973]. Análise estrutural de romances brasileiros. 5. ed. [S. l.]: Petrópolis: Vozes.

SILVA, Edinage Maria Carneiro da. Progresso e modernização: o projeto de José de Alencar para as letras do Brasil. In: ARAÚJO, Maria da Conceição Pinheiro; NOGUEIRA, Juliana Gomes; PINHO, Adeítalo Manoel. (Org.). Literatura, história e memória: leituras de Jacques Le Goff. Feira de Santana: UEFS Editora, 2011. p. 73-82.

SOUSA, E. de. Chronica elegante. A primavera: revista semanal de litteratura, modas, industria e artes, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, 3 mar. 1861. Disponível em: http:/bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/>. Acesso em: 23 set. 2018.

WATT, Ian. A ascensão do romance: estudos sobre Defoe, Richardson e Fielding. Tradução de Hildegard Feist. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/cl.v20i3.4829

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Universidade Estadual de Feira de Santana

A Cor das Letras está indexada em: 
 
 

A Revista A Cor das Letras está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSNe 2594-9675 
ISSN-L 1415-8973