A Linguística Histórica no século XX e seus desdobramentos nos estudos sociolinguísticos: uma homenagem a Rosa Virgínia Mattos e Silva

Autores

  • Emília Helena Portella Monteiro De Souza UFBA
  • Norma Da Silva Lopes UNEB

DOI:

https://doi.org/10.13102/cl.v22i1.6335

Resumo

Aborda-se, neste artigo, a Linguística Histórica na perspectiva dos estudos contemporâneos. São desencadeadores desse tema dois artigos e um livro de Rosa Virgínia Mattos e Silva, para quem se presta homenagem. Tem-se, como objetivo, verificar o que Mattos e Silva apresenta sobre a linguística histórica e, a partir daí, numa perspectiva histórica sócio-histórica, contemplar um autor do século XVIII, Luís dos Santos Vilhena, e sua obra, o Livro1 de cartas dirigidas a D. João, príncipe de Portugal. A partir dessas cartas, num recorte, se procede a um estudo variacionista do uso dos clíticos, para se identificar que padrão gramatical escrito apresenta Vilhena, se do português clássico, do português moderno, ou do nascente português brasileiro. Seguindo o que apresenta Mattos e Silva, da complementaridade de teorias, nessa contemporaneidade, se alia o estudo teórico de Galves (2007), sobre a periodização do português, em que se toma a Língua-I, a gramática, e não a Língua-E, possibilitando verificar a competição de gramáticas, e o estudo de Galves e Lobo (2009) sobre os clíticos, a uma análise variacionista. A conclusão a que se chega é que a gramática escrita dos clíticos de Vilhena evidencia o português clássico, predominante nos séculos XVI e XVII. Para essa conclusão, concorreram os aspectos levantados sobre o autor e sua obra, e os aspectos estruturais estudados. Sobre o uso proclítico, esse é o que vai predominar, tempos depois, na gramática do português brasileiro, passada a fase mais enclítica do oitocentos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Emília Helena Portella Monteiro De Souza, UFBA

UFBA

Norma Da Silva Lopes, UNEB

UNEB

Referências

GALVES, Charlotte. A língua das caravelas: periodização do português europeu e origem do português brasileiro. In CASTILHO, Ataliba et alii (orgs.) Descrição, história e aquisição do português brasileiro: estudos dedicados a Mary Kato. São Paulo: FAPESQ; Campinas: Pontes Editores, 2007. P. 513-528.

GALVES, Charlotte; LOBO, Tânia. Ordem dos clíticos. In LOBO, Tânia; OLIVEIRA, Klebson. África à vista: dez estudos sobre o português escrito por africanos no Brasil do século XIX. Salvador: EDUFBA, 2009. P. 174-207.

LABOV, William. Padrões sociolinguísticos. Tradução de Marcos Bagno, Maria Marta Pereira Scherre e Caroline Rodrigues Cardoso. São Paulo, Parábola Editorial, 2008 [1972].

MATTOS e SILVA, Rosa Virgínia. Teorias contemporâneas da mudança linguística. Comunicação ao INTER-GT/ANPOLL, 1996 (mimeo).

MATTOS e SILVA, Rosa Virgínia. O renovado impulso nos estudos histórico-diacrônicos: temas e problemas. In GARTNER, Eberhardet alii (orgs.) Estudos dehistória da língua portuguesa. Frankfurt amMain, 1999, p. 127-144.

MATTOS e SILVA, Rosa Virgínia. Reconfigurações socioculturais e linguísticas no Portugal de quinhentos em comparação com o período arcaico. In MATTOS e SILVA, Rosa Virgínia; MACHADO FILHO, Américo Venâncio L. (orgs.). O portuguêsquinhentista: estudos linguísticos. Salvador: EDUFBA; Feira de Santana: UEFS, 2002.

MATTOS e SILVA, Rosa Virgínia. Caminhos da linguística histórica: ouvir o inaudível. São Paulo: Parábola, 2008.

RIBEIRO, Ilza. A mudança sintática do português brasileiro é mudança em relação a que gramática? In FIGUEIREDO, Cristina; ARAÚJO, Edvalda (org.). Diálogos com Ribeiro: sobre gramática e história da língua portuguesa. Salvador: EDUFBA, 2015. (p. 41-59).

SANKOFF, David; TAGLIAMONTE, Sali; SMITH, Eric. Goldvarb X: a variable rule application for Macintosh and Windows. DepartmentofLinguistics, Universityof Toronto, 2005.

SOUSA, Avanete Pereira. A Bahia no século XVIII: poder político local e atividades econômicas. São Paulo: Alameda, 2012.

VILHENA, Luís dos Santos. A Bahia no século XVIII. Vol. 1. Salvador: Itapuã, 1969.

Downloads

Publicado

2021-07-20

Como Citar

De Souza, E. H. P. M., & Lopes, N. D. S. (2021). A Linguística Histórica no século XX e seus desdobramentos nos estudos sociolinguísticos: uma homenagem a Rosa Virgínia Mattos e Silva. A Cor Das Letras, 22(1), 65–85. https://doi.org/10.13102/cl.v22i1.6335

Edição

Seção

Dossiê: Linguística Histórica: teorias, métodos e resultados. Homenagem a Rosa Virgínia Mattos e Silva