Diálogos entre a Lexicografia Histórico-Variacional e o Ensino de Língua Portuguesa

Autores

  • Cemary Correia de Sousa
  • Jane Keli Almeida da Silva Universidade Federal da Bahia
  • Lisana Rodrigues Trindade Sampaio Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.13102/cl.v22i0.7479

Palavras-chave:

Lexicografia Histórico-Variacional, Atlas Linguístico do Brasil, Vocabulário Dialetal da Região Norte do Brasil

Resumo

Este trabalho tem por objetivo propor reflexões acerca dos diálogos entre a Lexicografia histórico-variacional e o ensino de língua portuguesa. Para isso, utilizam-se os aportes teóricos da Dialetologia; da Lexicografia histórico-variacional e dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) para o Ensino Fundamental. No que tange à composição do corpus, este estudo foi constituído a partir de respostas coletadas através do Questionário Semântico-Lexical (QSL), um dos instrumentos metodológicos do ALiB, referente a 14 áreas temáticas – Acidentes geográficos; Alimentação e cozinha; Astros e tempo; Atividades agropastoris; Ciclos da vida; Convívio e comportamento social; Corpo humano; Fauna; Fenômenos atmosféricos; Habitação; Jogos e diversões infantis; Religião e crenças; Vestuário e acessórios e Vida urbana –, totalizando 202 questões, em 6 capitais da Região Norte do Brasil: Macapá, Boa Vista, Manaus, Belém, Rio Branco e Porto Velho. Como resultados, apresentam-se alguns verbetes que compõem a macroestrutura do Vocabulário Dialetal da Região Norte do Brasil, como anteontem, chamechuga, vagem, cosca, os quais podem funcionar como uma proposta pedagógica para o ensino da língua portuguesa em perspectiva sincrônica e diacrônica, orientada, evidentemente, pela diversidade linguística. Nesse sentido, a análise dos dados possibilitou realizar o registro lexicográfico e a documentação da diversidade lexical do português falado no Brasil, seguindo os princípios da Geolinguística Pluridimensional, representando assim um contributo importante para as discussões engendradas no âmbito do ensino de língua portuguesa e da constituição do seu léxico em perspectiva histórica.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Referências

ANDRADE, C. D. A Paixão Medida. J. Olympio, 1983.

BIDERMAN, Maria Tereza de Camargo. Fundamentos da Lexicologia. In: Teoria Linguística. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001, p. 95-213.

BRASIL/MEC/SEF. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental: Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CARDOSO, Suzana Alice Marcelino. Geolinguística: tradição e modernidade. São Paulo: Parábola, 2010.

COMITÊ NACIONAL DO PROJETO ALiB: Atlas Linguístico do Brasil. Questionários. Londrina: UEL, 2001.

COUTINHO, Ismael. Gramática Histórica. 4ª. edição. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1958.

FARACO, Carlos Alberto. História sociopolítica da língua portuguesa. São Paulo: Parábola Editorial, 2016.

GNERRE, Maurizio. Linguagem, escrita e poder. 4 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998, pp. 6-7.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva e de Guaracira Lopes Louro. 11 ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

MACHADO FILHO, A. V; L; NEIVA. I. Ainda sobre “as origens e estruturação histórica do léxico português”: étimo e processos de formação em dados do Atlas Linguístico do Brasil (ALIB). Disponível em: http://siba-ese.unisalento.it/index.php/dvaf/article/view/17772/15131. Acesso em 24 mar.2018.

MACHADO FILHO, A. Lexicografia histórica e questões de método. In: LOBO, Tânia et al. ROSAE: Linguística histórica, história das línguas e outras histórias. Salvador: EDUFBA, 2012. p. 382.

MACHADO FILHO, A. Um ponto de intersecção para a dialetologia e a lexicografia: a proposição de elaboração de um dicionário dialetal brasileiro com base nos dados do ALiB, Estudos Linguísticos e Literários, n. 41, pp. 49-70, 2010.

MATTOS E SILVA, Rosa Virgínia. O português arcaico: fonologia, morfologia e sintaxe. São Paulo, Contexto, 2008, p. 17.

SAPIR, E. Linguística como ciência. Rio de Janeiro: Editora Livraria Acadêmica, 1969.

SOUSA, Cemary Correia de. Vocabulário Dialetal da Região Norte do Brasil: um estudo das capitais com base nos dados do projeto ALiB. 2019. Dissertação (Mestrado em Língua e Cultura) – Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador: UFBA, 2019.

VILELA, Mario. Estruturas léxicas do português. Coimbra: Livraria Almedina, 1979.

WELKER, Herbert Andreas. Dicionários: uma pequena introdução à Lexicografia. Brasília: Thesaurus, 2004.

Downloads

Publicado

2021-10-18

Como Citar

Sousa, C. C. de ., Silva, J. K. A. da ., & Sampaio, L. R. T. . (2021). Diálogos entre a Lexicografia Histórico-Variacional e o Ensino de Língua Portuguesa. A Cor Das Letras, 22(Esp.), 215–230. https://doi.org/10.13102/cl.v22i0.7479