A NAÇÃO E O FEMININO em Jorge Amado

Sandra Maria Pereira do Sacramento

Resumo


Esse trabalho visa a delinear o imaginário da nação, presente na obra Gabriela, cravo e canela de Jorge Amado. Tal imaginário, preso a um ideário da expansão européia, do século XVI, foi reeditado à exautão, ao longo dos séculos, sendo inclusive encontrado ainda hoje em folders turísticos, quando destacam ao atrativos da nação colonizada. Quase sempre essas estratégias sinalizam o exotismo e a visão paradisíaca da permissividade como algo constante em países periféricos como o Brasil.

Palavras-chave


Feminino; nação; Jorge Amado

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, Aluísio. O Cortiço. Rio de Janeiro: Americana, 1973

ALENCAR, José de. Iracema. São Paulo: Àtica, 1998.

ANDRADE, Mário de. A Lição do Amigo. Cartas de Mário de Andrade. Notas e apresentação de Carlos

Drummond de Andrade. Rio de Janeiro: Record, 1988.

CAMINHA, Pero Vaz de. A carta. São Paulo. L&PM/ História, 1987.

CARDIM, Fernão. Tratado da terra e gente do Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia, 1980.

GÂNDAVO, de Pero de Magalhães. Tratado da Terra do Brasil:História da Província de Santa Cruz. Belo Horizonte:

Itatiaia, 1980

LABURTHE-TOLRA, Philippe Laburthe & WANIER, Jean Pierre. Etnologia- Antropologia. Trad. Anna

Hartmann Cavalcanti. Petrópolis, RJ: Vozes,1997.

MERQUIOR, José Guilherme. Crítica 1964 –1989 . Rio de Janeiro: Nova Fronteira,1990

NABUCO, Joaquim. Minha Formação. Introduções de Gilberto Freyre. 10ª ed. Brasília: Universidade de Brasília,1981.

ORLANDI, Eni. Discurso fundador: a formação e a construção da identidade nacional. Campinas : Editora Pontes,1993.

PITA, Rocha. História da América Portuguesa. Rio de Janeiro: Progresso, 1965.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Antropologia estrutural. V.II. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro,1993.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Saudades do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Tristes trópicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

SOUZA, Eneida Maria de. Crítica Cult. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/lm.v3i1.1981

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Légua & Meia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.