CONSIDERAÇÕES SOBRE O CAPÍTULO XXVIII DOS PARALIPOMENA – SOBRE A EDUCAÇÃO – DE SCHOPENHAUER

ANDRÉ LUIZ SIMÕES PEDREIRA

Resumo


Nosso artigo pretende comentar as teses da concepção de educação intelectual em Schopenhauer, que compreende, portanto, a forma de conhecimento em que as intuições devem necessariamente preceder a formação dos conceitos, para daí mostrar que mediante a primazia das intuições sobre a formação dos conceitos tem-se o correto conhecimento do mundo em seus dois aspectos: físico, que compreende o conhecimento da realidade exterior, e humano, que compreende o conhecimento do que é a natureza humana.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/ideac.v1i37.3528

Apontamentos

  • Não há apontamentos.