UMA PROPOSTA DE DISPOSITIVO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DO TRABALHADOR PARA O SERVIÇO PÚBLICO A PARTIR DA ATIVIDADE

Roberta de Oliveira Alamonica, Simone Santos Oliveira, Jorge Mesquita Huet Machado

Resumo


O artigo discute o uso de um dispositivo combinado de análise do trabalho a partir de uma experiência desenvolvida na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) de um hospital público no Brasil. O referencial teórico-metodológico e as análises basearam-se na abordagem ergológica e no ponto de vista da atividade. Os dados foram coletados por meio de observações, entrevistas, Inquérito Saúde e Trabalho em Serviços (INSATS) e Encontros sobre o Trabalho. Dentre os resultados, observou-se que a formação de uma Comunidade Ampliada de Pesquisa (CAP) – um espaço de encontro e de diálogo, entre o polo dos saberes presentes nas disciplinas científicas e o polo dos saberes da experiência – e o emprego combinado do INSATS e dos Encontros sobre o Trabalho mostraram-se um potencial instrumento de vigilância a ser utilizado pelo serviço público, especialmente, por profissionais que atuam em núcleos de saúde do trabalhador para análise da atividade. Como principais pontos positivos destacam-se sua perspectiva compreensiva, a densidade das informações obtidas, a ampliação da vitalidade dos coletivos de trabalho e dos recursos para ação. Salienta-se que seu uso pode contribuir para subsidiar a constituição de um banco de dados nacional sobre saúde e trabalho para os serviços públicos, sendo necessário realizar novos estudos, com vistas a dar continuidade desse processo de experimentação.


Palavras-chave


Saúde do Trabalhador; Vigilância em Saúde do Trabalhador; Pessoal de Saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


Minayo-Gomez C, Thedim-Costa SMF. A Construção do campo da Saúde do Trabalhador: percurso e dilemas. Cad. de Saúde Pública 1997; 13 (Supl.2): 21-32.

Lacaz FAC. Saúde dos trabalhadores: cenário e desafios. Cad. de Saúde Pública 1997; 13 (Supl. 2): 7-19.

Machado JMH. A heterogeneidade da intervenção: Alternativas e processos de vigilância em saúde do trabalhador [Tese Doutorado - Escola nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz]. Rio de Janeiro, 1996.

Laurell, AC, Noriega M. Processo de produção e saúde. São Paulo: Hucitec; 1989.

Brasil. Portaria nº 1.823, de 23 de agosto de 2012. Institui a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília (DF), 2012, ago 24; Seção 1:46.

Andrade ET, Martins MICM, Machado JHM. O processo de construção da política de saúde do trabalhador no Brasil para o setor público. Configurações 2012; (10):137-150.

Schwartz Y. A abordagem do trabalho reconfigura nossa relação com os saberes acadêmicos: as antecipações do trabalho. In: Souza-e-Silva MC, Faïta D. Linguagem e Trabalho: construção de objetos de análise no Brasil e na França. São Paulo: Cortez; 2002. p.109 -126.

Schwartz Y. A comunidade científica ampliada e o regime de produção de saberes. Trabalho & Educação 2000; (7): 38-47.

Schwartz Y, Durrive L, Duc M. O homem o mercado e a cidade. In: Schwartz Y, Durrive L. Trabalho e Ergologia: conversas sobre a atividade humana. Niterói: EdUFF; 2010. p. 247-273.

Durrive L. Anexo ao capítulo 11 - Pistas para o ergoformador animar os encontros sobre o trabalho. In: Schwartz, Y.; Durrive, L. Trabalho e Ergologia: conversas sobre a atividade humana. Niterói: EdUFF; 2010. p. 309-318.

Schwartz Y, Durrive L, Duc M. Técnicas e Competências. In: Schwartz Y, Durrive L. Trabalho e Ergologia: conversas sobre a atividade humana. Niterói: EdUFF; 2010. p. 149-164.

Facchini LA et al. Sistema de Informação em Saúde do Trabalhador: desafios e perspectivas para o SUS. Ciênc. saúde coletiva. 2005; 10(4): 857-867.

Schwartz Y. Anexo ao Capítulo 7. Uso de si e competência. In: Schwartz Y, Durrive L. Trabalho e Ergologia: conversas sobre a atividade humana. Niterói: EdUFF; 2010. p. 205-221.

Gomes L. Trabalhar em UTI Neonatal: os desafios da relação de serviço e a saúde das/os técnicas/os de enfermagem. [Tese Doutorado - Escola nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz]. Rio de Janeiro, 2011.

Souza AMRZ. Atividade de cuidados em UTI Neonatal: uma análise das relações entre trabalho de enfermagem e saúde. [Dissertação Mestrado - Escola nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz]. Rio de Janeiro, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/rscdauefs.v6i1.1083

Apontamentos

  • Não há apontamentos.