A poesia Pneumotórax de Manuel Bandeira: reflexões sobre o cuidado em saúde a partir da Clínica Ampliada

Elane da Silva Barbosa, Ailton Siqueira de Sousa Fonseca, Alcivan Nunes Vieira, Camila de Araújo Carrilho, Márcia Jaínne Campelo Chaves, Suênia de Lima Duarte

Resumo


A atuação do profissional de saúde adquire determinados contornos em cada abordagem clínica. A fim de valorizar a assistência integral em saúde sob outras perspectivas, além daquela inspirada no modelo biomédico, vem ganhando espaço a Clínica Ampliada. A poesia, enquanto linguagem sensível da vida humana, pode se constituir em estímulo para a reflexão do profissional de saúde sobre a sua prática. Este ensaio se propõe, portanto, a refletir sobre o cuidado em saúde na perspectiva da Clínica Ampliada. Como operador cognitivo que instigue reflexões acerca dessa temática, utiliza-se a poesia “Pneumotórax”, de Manuel Bandeira. Esse poema tem caráter autobiográfico, pois Bandeira fora diagnosticado com tuberculose, incurável naquela época. O profissional de saúde nessa poesia não restringe o sujeito aos sinais e sintomas, mas valoriza outros aspectos da sua existência. Essa reflexão, na área da saúde, responde por Clínica Ampliada, a qual se centra no sujeito, e não na patologia. Assim, o cuidado em saúde pressupõe relações entre os sujeitos e as maneiras como as necessidades e os problemas de saúde serão apreendidos. O poema Pneumotórax suscita esta reflexão-ação por parte do profissional de saúde: tornar-se mediador que instiga o outro a aceitar a doença como companheira no desafiador itinerário humano.

Palavras-chave


Assistência integral em saúde; Poesia; Profissional de saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


Nietzsche FW. Humano, demasiado humano: um livro para espíritos livres. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras; 2005.

Nietzsche FW. A gaia ciência. 2 ed. São Paulo: Escala; 2007.

Vieira AN, Silveira LC, Franco TB. A formação clínica e a produção do cuidado em saúde e em enfermagem. Trab. Educ. Saúde. 2011; 9(1):9-22.

Camargo Júnior KR. A biomedicina. Physis: Revista de Saúde Coletiva.1997; 15:177-201.

Campos GWS. A clínica do sujeito: por uma clínica reformulada e ampliada. In: Campos GWS Org. Saúde paidéia. São Paulo: Hucitec; 2003. p. 51-67.

Morin E. Amor, poesia, sabedoria. 8 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil; 2008.

Bandeira M. Bandeira de bolso: uma antologia poética. Porto Alegre: L± 2009.

Brasil. Ministério da Saúde. Clínica ampliada, equipe de referência e projeto terapêutico singular. 2 ed. Brasília: Ministério da Saúde; 2007.

Nietzsche FW. O viajante e sua sombra. São Paulo: Escala; 2007.

Cyrulnik B. Falar de amor à beira do abismo. São Paulo: Martins Fontes; 2006.

Alves R. O médico. 5 ed. Campinas: Papirus; 2005.

Restrepo LC. O direito à ternura. 3 ed. Petrópolis: Vozes; 1994.

Texeira RR. A Grande Saúde: uma introdução à medicina do Corpo sem Orgãos. Interface: Comunicação, Educação, Saúde. 2004; 8(14): 35-72.

Morin E. O método 6: ética. 3 ed. Porto Alegre: Sulina; 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.13102/rscdauefs.v9i0.4599

Apontamentos

  • Não há apontamentos.