Análise epidemiológica da COVID-19 em uma região de saúde da Bahia, 6 de abril a 7 de outubro, 2020

Autores

  • Mariana Costa da Silva Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Eliene Almeida Santos Universidade do Estado da Bahia
  • Arilsângela de Jesus Conceição Universidade do Estado da Bahia
  • Cleuma Sueli Santos Suto Universidade do Estado da Bahia
  • Magna Santos Andrade

DOI:

https://doi.org/10.13102/rscdauefs.v11i1.6612

Palavras-chave:

Perfil de Saúde, Infecções por Coronavírus, Incidência, Letalidade, Epidemiologia, Pandemia

Resumo

Objetivo: Analisar a ocorrência de casos COVID-19 na Região de Saúde Senhor do Bonfim, Bahia. Método: Levantamento epidemiológico dos casos confirmados da infecção pelo SARS-CoV-2 de 6 de abril a 7 de outubro de 2020, utilizando dados secundários do Portal GeoCovid-19. Foram analisadas medidas de frequência absoluta e relativas, indicadores de incidência, letalidade e projeção dos casos. Resultados: A região passou pelas fases de epidemia localizada e de aceleração. Pindobaçu e Filadélfia apresentaram incidência com valores maiores que o registrado no país. Três municípios concentraram 70,6% dos óbitos registrados. Sem implementação da supressão de fluxo, 5 dos 9 municípios da região, em janeiro de 2021, apresentarão uma curva ascendente do número de casos em curto espaço de tempo. Conclusão: Observou-se, que durante o período analisado, houve um constante crescimento da morbimortalidade por COVID-19 na região. Entretanto, o maior crescimento da incidência e a manutenção da letalidade em comparação aos indicadores nacionais aponta para a necessidade de melhorias no planejamento e implementação das estratégias de prevenção adotadas pelos municípios.

 

ABSTRACT

Objective: To analyze the epidemiology of COVID-19 in the Health Region of Senhor do Bonfim, Bahia. Method: Epidemiological survey of confirmed cases of the SARS-CoV-2 infection from April 6 to October 7, 2020, using secondary data from the ‘Portal GeoCovid-19’. Measurements of absolute and relative frequency, indicators of incidence, lethality and projection of cases were analyzed. Results: The region went through the phases of localized and accelerating epidemics. Pindobaçu and Filadélfia presented higher incidence values than the one registered in the country. Three municipalities concentrate 70.6% of the registered deaths. Without implementing the suppression of flow, in January 2021 five of the nine municipalities from the region will present an upward curve of the number of cases in a short period of time. Conclusion: It was observed that during the analyzed period, there was a constant increase in COVID-19 morbidity and mortality in the region. However, the greater growth in incidence and the maintenance of lethality compared to national indicators points to the need for improvements in the planning and implementation of prevention strategies adopted by the municipalities.

Keywords: Health Profile; Coronavirus Infections; Incidence; Lethality; Epidemiology; Pandemics.

 

RESUMEN

Objetivo: Analizar la epidemiología de COVID-19 en la Región Sanitaria Senhor do Bonfim, Bahia. Método: Encuesta epidemiológica de casos confirmados de infección por SARS-CoV-2 del 6 de abril al 7 de octubre de 2020, utilizando datos secundarios del Portal GeoCovid-19. Se analizaron medidas de frecuencia absoluta y relativa, indicadores de incidencia, letalidad y proyección de casos. Resultados: La región atravesó fases de epidemia localizada y aceleración. Pindobaçu y Filadélfia presentaron incidencia con valores superiores a los registrados en el país. Tres municipios concentraron el 70,6% de las defunciones registradas. Sin implementar la supresión de flujo, 5 de los 9 municipios de la región, en enero de 2021, presentarán una curva ascendente en el número de casos en un corto período de tiempo. Conclusión: Se observó que, durante el período analizado, hubo un aumento constante de la morbilidad y mortalidad por COVID-19 en la región. Sin embargo, el mayor crecimiento de la incidencia y el mantenimiento de la letalidad en comparación con los indicadores nacionales apunta a la necesidad de mejorar la planificación e implementación de las estrategias de prevención adoptadas por los municipios.

Palabras clave: Perfil de salud; Infecciones por coronavirus; Incidencia; Letalidad; Epidemiología; Pandemias.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Mariana Costa da Silva, Universidade Estadual de Feira de Santana

Professora substituta na Universidade Estadual de Feira de Santana, Departamento de Saúde, Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Eliene Almeida Santos, Universidade do Estado da Bahia

Professora substituta na Universidade do Estado da Bahia, Campus VII, Senhor do Bonfim, Bahia, Brasil

Arilsângela de Jesus Conceição, Universidade do Estado da Bahia

Professora substituta na Universidade do Estado da Bahia, Campus VII, Senhor do Bonfim, Bahia, Brasil.

Cleuma Sueli Santos Suto, Universidade do Estado da Bahia

Professora assistente na Universidade do Estado da Bahia, Campus VII, Senhor do Bonfim, Bahia, Brasil.

Magna Santos Andrade

Professora adjunta na Universidade do Estado da Bahia, Campus VII, Senhor do Bonfim, Bahia, Brasil.

Referências

Santos BS. A Cruel Pedagogia do Vírus. Coimbra: Almedina; 2020. [acesso em 10 mar 2020]. Disponível em: https://www.abennacional.org.br/site/wp-content/uploads/2020/04/Livro_Boaventura.pdf

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Bol. Epidemiol [Internet] 2021; 55(Especial: Doença pelo Coronavírus COVID-19. Semana epidemiológica 11). [acesso em 29 mar 2020]. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/media/pdf/2021/marco/25/boletim_epidemiologico_covid_55_atualizado.pdf

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica: Emergência de saúde pública de importância nacional pela doença pelo coronavírus 2019. Brasília: MS; 2020. [acesso em 10 dez 2020]. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/af_gvs_coronavirus_6ago20_ajustes-finais-2.pdf

Lana RM, Coelho FC, Gomes MFC, Cruz OG, Bastos LS, Villela DAM, et al. Emergência do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e o papel de uma vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva. Cad. Saúde Pública 2020; 36(3): e00019620

Magno L, Rossi TA, Mendonça-Lima FW, Santos CC, Campos GB, Marques LM, Pereira M, et al. Desafios e propostas para ampliação da testagem e diagnóstico para COVID-19 no Brasil. Ciênc. Saúde Coletiva 2020; 25(9):3355-64.

Oliveira WK, Elisete Duarte E, França GVA, Garcia LP. Como o Brasil pode deter a COVID-19. Epidemiol. Serv. Saúde 2020; 29(2): e2020044.

Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB). Diretoria de Vigilância em Saúde. Bol. Epidemiol. 2020; 35(COVID-19 30/04/2020). [acesso em 3 dez 2020]. Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/BOLETIM_ELETRONICO_N_35_30.04.2020.pdf

Costa ICP, Sampaio RS, Souza FAC, Dias TKC, Costa BHS, Chaves ECL. Produção científica em periódicos Online sobre o novo coronavírus (COVID-19): pesquisa bibliométrica. Texto contexto - enferm. 2020; 29: e20200235.

Mota DM, Ferreira PJG, Leal LF. Produção científica sobre a COVID-19 no Brasil: uma revisão de escopo. Visa em Debate 2020; 8(3):114-24.

Silva JH, Oliveira EC, Hattori TY, Lemos ERS, TerçasTrettel ACP. Descrição de um cluster da COVID-19: o isolamento e a testagem em assintomáticos como estratégias de prevenção da disseminação local em Mato Grosso, 2020. Epidemiol. Serv. Saúde 2020; 29(4): e2020264.

Eubank S et al. Commentary on Ferguson, et al., “Impact of Non-pharmaceutical Interventions (NPIs) to Reduce COVID-19 Mortality and Healthcare Demand”. Bullletin of Mathematical Biology 2020; 82(4):1-7. [acesso em 2 nov 2020]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7140590/pdf/11538_2020_Article_726.pdf

Cavalcante JR, Cardoso-dos-Santos AC, Bremm JM, Lobo AP, Macário EM, Oliveira WK, et al. COVID-19 no Brasil: evolução da epidemia até a semana epidemiológica 20 de 2020. Epidemiol. Serv. Saúde 2020; 29(4):e2020376.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). IBGE Cidades [Internet]. Brasília: MS; 2020. [acesso em 10 nov 2020]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/senhor-do-bonfim/pesquisa/37/0?tipo=grafico

Candido DS, Ingra MC, Jesus JG, Souza WM, Moreira FRR, Dellicour S, et al. Evolução e disseminação epidêmica do SARS-CoV-2 no Brasil. Science 2020; 369(6508): 1255- 60. [acesso em 10 nov 2020]. Disponível em: https://science.sciencemag.org/content/369/6508/1255

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Bol. Epidemiol [Internet] 2020; 16(Especial: Doença pelo Coronavírus COVID-19. Semana Epidemiológica 21). Brasília; 2020. [acesso em 10 dez 2020]. Disponível em: https://antigo.saude.gov.br/images/pdf/2020/May/21/2020-05-19---BEE16---Boletim-do-COE-13h.pdf

Rosa MFP, Silva WNT, Carvalho WRG, Oliveira SV. Epidemiologia da COVID-19 em Uberlândia (MG): análise preliminar do impacto do grau de abertura comercial. J. Health NPEPS 2020; 5(2):20-41.

Wordometer. COVID-19 Coronavírus Pandemic 2021. [acesso em 29 mar 2021]. Disponível em: https://www.worldometers.info/coronavirus/

Ng Y, Li Z, Chua YC, Chaw WL, Zhao Z, Er B, et al. Evaluation of the Effectiveness of Surveillance and Containment Measures for the First 100 Patients with COVID-19 in Singapore. Morbidity and Mortality Weekly Report 2020; 69(11):307-11.

Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB). Nota técnica 01/2020. Atualização de critérios de definição de casos para notificação. Salvador; SESAB; 2020. [acesso em 10 dez 2020]. Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/wpcontent/uploads/2020/02/Nota-Tecnica-DivepSuvisaSesabNovo-Coronavirus-Covid-19-N-01-de-25022020.pdf

Tysang TK, Wu P, Lin Y, Lau EHY, Leung GM, Cowling BJ. Efeito da alteração das definições de caso para COVID-19 na curva epidêmica e parâmetros de transmissão na China continental: um estudo de modelagem. Lancet Public Health 2020; 5:e289-96.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Bol. Epidemiol [Internet] 2020; 7(Especial: Doença pelo Coronavírus COVID-19. Semana epidemiológica 15). [acesso em 8 nov 2020]. Disponível em: https://antigo.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/06/2020-04-06-BE7-BoletimEspecial-do-COE-Atualizacao-da-Avaliacao-de-Risco.pdf

Silva LLS, Lima AFR, Polli DA, Razia PFS, Pavão LFA, Hollanda Cavalcanti MAF, et al. Medidas de distanciamento social para o enfrentamento da COVID-19 no Brasil: caracterização e análise epidemiológica por estado. Cad. Saúde Pública 2020; 36(9):e00185020.

Ministério da Saúde (BR). Portal do COVID-19 [Internet]. [acesso em 7 out 2020]. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Bol. Epidemiol [Internet] 2020; 11(Especial: Doença pelo Coronavírus COVID-19. Semana epidemiológica 16). [acesso em 8 nov 2020]. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/18/2020-04-17---BE11---Boletim-do-CO. E-21h.pdf

Moreira RS. COVID-19: unidades de terapia intensiva, ventiladores mecânicos e perfis latentes de mortalidade associados à letalidade no Brasil. Cad. Saúde Pública 2020; 36(5): e00080020.

Comissão Intergestores da Região de Saúde de Senhor do Bonfim. Ata da reunião da Comissão Intergestores da Região de Saúde de Senhor do Bonfim (RCIRSSB) nº 129. WebConferência: Comissão Intergestores da Região de Saúde de Senhor do Bonfim; 2020. [acesso em 6 nov 2020]. Disponível em: http://www5.saude.ba.gov.br/obr/index.php?menu=reuniaocir_data&COD_IBGE=293010&REGIAO_DE_SAUDE=SENHOR%20DO%20BONFIM&COD_CIR=28&DATA_REUNIAOCIR=2020-04-13

Conte D, Bahia L, Carvalho EL, Cardoso AM, Souza PM. Oferta pública e privada de leitos e acesso a cuidados de saúde na pandemia COVID-19 no Brasil. Scielo Preprints 2020:e2178. [acesso em 6 nov 2020]. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/1316/2067

Martins CM, Gomes RZ, Muller EV, Borges PKO, Coradassi CE, Montiel EMS. Modelo preditivo da ocorrência de COVID-19 em município de médio porte no Brasil (Ponta Grossa-Paraná). Texto contexto - Enferm. 2020; 29: e20200154.

Silva CL F, Silva MS, Santos DS, Braga TGM, Freitas TPM. Impactos socioambientais da pandemia de SARS-CoV2(COVID-19) no Brasil: como superá-los? Rev. Br. Ed. Amb. 2020; 15(4):220-36.

Ji Y, Ma Z, Peppelenbosh MP, Pan Q. Potential association between COVID-19 mortality and health-care resource availability. Lancet Glob Health. 2020; 8(4):e480.

Downloads

Publicado

2021-06-11

Como Citar

da Silva, M. C., Santos, E. A., Conceição, A. de J., Suto, C. S. S., & Andrade, M. S. (2021). Análise epidemiológica da COVID-19 em uma região de saúde da Bahia, 6 de abril a 7 de outubro, 2020. Revista De Saúde Coletiva Da UEFS, 11(1), e6612. https://doi.org/10.13102/rscdauefs.v11i1.6612

Edição

Seção

Artigos
Share |