Perfil epidemiológico dos casos de COVID-19 na VIII região de saúde de Pernambuco, Brasil

Epidemiological profile of COVID-19 cases in the VIII health region of Pernambuco, Brazil

Autores

  • Eliane Oliveira da Silva Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, Bahia, Brasil
  • Laís Ferrari dos Santos Secretaria Municipal de Saúde de Juazeiro, Juazeiro, Bahia, Brasil
  • Kátia Sampaio Coutinho Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil
  • Jackeline Alves de Lucena Tabosa Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil
  • Aline Silva Jerônimo Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.13102/rscdauefs.v12i1.7520

Palavras-chave:

Infecções por Coronavírus, Síndrome Respiratória Aguda Grave, Pandemia, Epidemiologia descritiva

Resumo

Objetivos: Analisar o perfil epidemiológico da COVID-19 na VIII Região de Saúde de Pernambuco, a fim de compreender melhor a conjuntura de propagação da doença. Método: Trata-se de um estudo transversal, descritivo, do tipo quantitativo realizado, entre os meses de março a outubro de 2020, em uma região de saúde. Resultados: Notou-se que os casos totais da doença predominam no sexo feminino, entre faixa etária de 30-39 anos, entretanto os casos graves e óbitos apresentaram um perfildiferente, acometendo mais o sexo masculino à medida que eleva a faixa etária. Na distribuição temporal, foram observados períodos mais críticos e mais estáveis, todavia não condizentes com um controle significativo da doença. A ocorrência de óbitos não foi iminente ao surgimento de casos. O município mais populoso concentrou a maioria dos óbitos, porém a maior letalidade ocorreu no município com menor população da Região de Saúde. Algumas comorbidades como Diabetes Mellitus e Doença Cardiovascular predominaram nos casos que evoluíram para óbito e os sintomas respiratórios foram característicos. Conclusão: O perfil epidemiológico da Covid-19 na VIII Região de Saúde de Pernambuco, no período estudado, é complexo e dinâmico, possui predominância de casos leves, incidência indicando os municípios de Orocó e Lagoa Grande com maior risco à doença, letalidade da região inferior a 2% e concentração espacial da doença entre municípios limítrofes de Petrolina.

Referências

Ministério da Saúde (BR). Protocolo de Manejo Clínico para o Novo Coronavírus (2019-nCoV) [Internet]. Brasília; MS, 2020. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2020/fevereiro/11/protocolo-manejo-coronavirus.pdf.

Masters PS. The molecular biology of coronaviruses. Adv. Virus Res. 2006; 66:193-292.

Andersen KG, Rambaut A, W. Ian Lipkin W, Holmes EC, Garry RF. The proximal origin of SARS-CoV-2. Nat Med 2020; 26(4):450-452.

World Health Organization. Coronavirus disease (COVID-19) [Internet]. Pandemia COVID-19. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019?gclid=Cj0KCQiAhP2BBhDdARIsAJEzXlETVDayspjyLxJzh1eoo8WB4kkJ06_CMoWNEcJ9svy4vi4Kd63zVM0aArPuEALw_wcB

Cucinotta, D; Vanelli. WHO Declares COVID-19 a Pandemic [Internet]. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32191675/.

Ney MS, Gonçalves CAG. A bipolaridade da crise sanitária:sofismas economicistas e impactos sociais na pandemia do Coronavírus. Physis 2020; 30(2):e300212.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BR). Rio de Janeiro: IBGE, População. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível:https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao.htm

Brasil. Resolução Nº 466, de 12 de dezembro de 2021 [Internet]. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html

Conselho Nacional de Saúde (BR). Resolução Nº 510, de 7 de abril de 2016 [Internet]. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf.

Ministério da Saúde (BR). Coronavírus [Internet]. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: https://coronavirus.saude.gov.br.

Almeida JS, Cardoso JA, Cordeiro EC, Lemos M; Araújo TME, Sardinha AHL. Caracterização epidemiológica dos casos de COVID-19 no Maranhão: uma breve análise [Internet]. Preprint SciELO. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/314/377.

Pernambuco. Decreto Nº 43.777, de 21 de novembro de 2016 [Internet]. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: http://legis.alepe.pe.gov.br/texto.aspx?id=25440.

Marcos EAC, Maria Eduarda Cunha dos Santos, MEC, Andrade JS, Koike BDV. Distribuição Geográfica dos casos da COVID-19 no Município de Petrolina, Pernambuco, Brasil. Revista de Ensino, Ciência e Inovação em Saúde 2020; 1(1):83-90.

Marinelli NP, Albuquerque LPA, Sousa IDB, Batista FMA, Mascarenhas MDM, Rodrigues MTP. Evolução de indicadores e capacidade de atendimento no início da epidemia de COVID-19 no Nordeste do Brasil, 2020. Epidemiol. Serv. Saúde 2020; 29(3): e2020226.

Secretaria Estadual de Saúde (PE). Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde. Informes Epidemiológico [Internet]. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: https://www.cievspe.com/novo-coronavirus-2019-ncov.

Silva AWC, Cunha AA, Alves GC, Corona RA, Mattos Dias CAG, Nassiri R, el al. Caracterização clínica e epidemiologia de 1560 casos de COVID-19 em Macapá/AP, extremo norte do Brasil. Res., Soc. Dev. 2020; 9(8):e150985499.

Acosta G, Escobar G, Bernaola G, Alfaro J, Taype W, Marcos C, Amado J. Caracterización de pacientes con COVID-19 grave atendidos en un hospital de referencia nacional del Perú. Rev Peru Med Exp Salud Publica 2020; 37(2):253-8.

Alonso WJ, Schuck-Paim S, Freitas ARR, Kupek E, Wuerzius CR, Negro-Calduch E, et al. Covid-19 em contexto: comparação com a mortalidade mensal por causas respiratórias nos estados brasileiros. InterAm J Med Health 2020; 3:e202003015.

Barbosa IR, Galvão MHR, Souza TA, Gomes SM, Medeiros AA, Lima KC. Incidência e mortalidade por COVID-19 na população idosa brasileira e sua relação com indicadores contextuais: um estudo ecológico. Rev. bras. geriatr. gerontol. 2020; 23(1):e200171.

Santos CR, Diane Fernandes dos Santos DF, Oliveira JO, Costa CMO, Bulhões TMO, Costa CRB. Epidemiological investigation of Covid-19 in the state of Alagoas, Brazil. Rev Pre Infec e Saúde 2020; 6:e11290.

Schneider IJC, Giehl MWC, Santos ES, Pscheidt SL, Roger Flores Ceccon RF. Incidência e mortalidade por COVID-19 nos municípios de Santa Catarina: associação com indicadores sociodemográficos. Res. Soc. Dev. 2020; 9(10):e7719109208.

Maciel EL, Jabor P, Goncalves Júnior E, Tristão-Sá R, Lima RCD, Reis-Santos B, et al. Fatores associados ao óbito hospitalar por COVID-19 no Espírito Santo, 2020. Epidemiol. Serv. Saúde 2020; 29(4):e2020413.

Conticini E, Frediani B, Caro D. Canatmospheric pollution be considered a co fator in extremely high level of SARS-CoV-2 lethalityin Northern Italy? Environ Pollut 2020; 261:e114465.

Secretaria Estadual de Saúde (BA). Boletim Epidemiol. Covid-19 2020; 221:1-18.

Pedrosa NL, Albuquerque NLS. Análise Espacial dos Casos de COVID-19 e leitos de terapia intensiva no estado do Ceará, Brasil. Ciênc. saúde coletiva 2020; 25(suppl 1):2461-2468.

Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde (BR). A importância da Rede de Atenção Interestadual de Saúde do Vale do Médio São Francisco – Rede PEBA: Avanços e Desafios [Internet]. Brasília: CONASEMS, 2020. [acesso em 3 mar 2021]. Disponível em: https://www.conasems.org.br/wp-content/uploads/2020/01/Apresenta%C3%A7%C3%A3o-CRIL-Fotografia-da-Macrorregi%C3%A3o-PEBA.pdf.

Bezerra, E C D; Santos, P S; Lisbinski, F C; Dias, L C. Análise espacial das condições de enfrentamento à COVID-19: uma proposta de Índice da Infraestrutura da Saúde do Brasil. Ciênc. Saúde Colet. 2020; 25(12):4957-4967.

Downloads

Publicado

2022-04-04

Como Citar

Silva, E. O. da, Ferrari dos Santos, L., Sampaio Coutinho, K. ., Alves de Lucena Tabosa, J., & Silva Jerônimo, A. (2022). Perfil epidemiológico dos casos de COVID-19 na VIII região de saúde de Pernambuco, Brasil: Epidemiological profile of COVID-19 cases in the VIII health region of Pernambuco, Brazil. Revista De Saúde Coletiva Da UEFS, 12(1). https://doi.org/10.13102/rscdauefs.v12i1.7520