EDIÇÃO DO CADERNO FOTOCOPIADO 1, DE EULÁLIO MOTTA

Ananda Paiva Santos

Resumo


O escritor baiano Eulálio de Miranda Motta organizou e preservou um rico acervo de documentos pessoas que contém diversas obras literárias inéditas. Com o intuito de publicar tais obras, está sendo desenvolvido na Universidade Estadual de Feira de Santana o projeto de pesquisa Edição das obras inéditas de Eulálio Motta. Mas, para que as obras inéditas sejam publicadas, faz-se necessário editar os textos nos quais estão preservados os testemunhos de tais obras. Segundo Barreiros (2015), os cadernos do escritor são as principais fontes para se chegar a sua obra inédita. É nesse sentido que se propõe editar o Caderno fotocopiado 1, com o objetivo de identificar os testemunhos das obras inéditas do escritor e documentos paratextuais que possam elucidar tais projetos.
O Caderno Fotocopiado 1 de Eulálio Motta, trata-se já da digitalização do original que desapareceu ainda quando o acervo estava na casa onde o escritor viveu, em Mundo Novo. A fotocópia colorida encontra-se encadernada em espiral, com uma capa plástica azul transparente, contém 44 páginas, com textos manuscritos em tinta azul, preta e vermelha. Os textos estão datados de 1949 até 1955. A descrição do caderno permitiu compreender o seu conteúdo, dimensionar a quantidade de textos, suas tipologias e temáticas. O caráter crítico e ferrenho do autor diante da situação social, não só da cidade a qual pertencia, mas também da precariedade das políticas públicas do país, são pontos interessantes que os textos do Caderno fotocopiado 1 trouxeram à luz no processo da edição. Dado esses avanços no entendimento da memória sobre o olhar de um autor ímpar para a sua época, atribui – se inquestionáveis avanços nos campos linguísticos e históricos do país.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.