RELACIONAMENTOS EM “REDES”: UM NOVO TIPO DE AMOR

Carolina Neves Moreira

Resumo


A internet, segundo Cartells (2003), surgiu durante a Guerra Fria, quando ocorreram conflitos entre os Estados Unidos e a União Soviética, entre os anos de 1947 a 1991. Inicialmente, era utilizada apenas para uso militar, com o objetivo de estabelecer uma comunicação rápida. Depois, passou a ser utilizada nas pesquisas científicas das instituições acadêmicas, porém os estudantes começaram a usá-la também como forma de comunicação. Segundo Cartells (apud NASCIMENTO, 2007, p.57) foi em 1970 que Ray Tomlinson criou o correio eletrônico, conhecido como e-mail.
Desde então a internet tem evoluído e é moldada às necessidades das pessoas. Temos a criação das redes sociais, sites de relacionamento ou ainda os aplicativos dos celulares, que servem para que haja comunicação entre os indivíduos e aproximação, apesar da distância.
É comum encontrar pessoas que possuem amigos que nunca se encontraram e apenas conversam nas redes sociais ou que já se encontraram e sempre conversam virtualmente por conta da distância. O fato é que sempre há uma mensagem para ser respondida de algum (a) amigo (a)/namorado (a) nas redes sociais. Segundo Nascimento, “a tecnologia se colocaria como aquela que poderia oferecer companhia a quem não tem” (2007, p.18)
Um outro aspecto que é notável e cada vez mais comum são pessoas que criam virtualmente um relacionamento amoroso. A duração de tempo sem que ocorra o encontro pode ser de longo período, que nunca se encontraram, ou que constantemente ocorra um encontro. Segundo Castells (apud NASCIMENTO, 2007, p.12), a comunicação através da internet iniciou-se na década de 1990, enquanto os sites de relacionamento surgiram no final dessa.
O celular, assim como computadores ou outro meio de tecnologia, tornou-se uma necessidade, já que é utilizado tanto para trabalho como para comunicação e diversão. Zygmunt Bauman cita em seu livro Amor Líquido, Sobre a Fragilidade dos Laços Humanos, Jonathan Rowe, que comenta sobre uma cena nos anos de 1990, enquanto a mãe e seus filhos estão na mesa e o pai está ao telefone. O escritor ainda ressalta que nos dias atuais seria comum que todos os componentes da família estivessem conectados em seus aparelhos. Bauman define esse tipo de relacionamento e o chama de ‘relações virtuais’:
Ao contrário dos relacionamentos antiquados [...], elas parecem feitas sob medida para o líquido cenário da vida moderna, em que se espera e se deseja que as ‘possibilidades românticas’ (e não apenas românticas) surjam e desapareçam numa velocidade crescente e em volume cada vez maior, aniquilando-se mutuamente e tentando impor aos gritos a promessa de ‘ser a mais satisfatória e a mais completa’. Diferentemente dos ‘relacionamentos reais’, é fácil entrar e sair dos ‘relacionamentos virtuais’. (BAUMAN, 2004, p.12-13)
Analisar o relacionamento à distância é importante para entender o sujeito atual nos relacionamentos, já que está sempre conectado em celular, computador ou qualquer outro tipo de tecnologia, além de utilizá-la para encontrar o par perfeito. Serão analisados o livro eu@teamo.com.br (1999), da escritora Leticia Wierzchowski em parceria com Marcelo Pires,
assim como o filme Do Outro Lado da Linha (2008), dirigido por James Dodson, porque
trabalham com o tema utilizando métodos diferentes. Enquanto no livro era utilizado o e-mail,
no filme foi utilizado o telefone. A partir deles, será feita uma diferenciação entre esses métodos
e analisar esse tipo de amor.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.