Embalagem bioativa de amido de mandioca com adição de extrato de Jamelão (Syzigium cumini)

Edinara Lacerda Queiroz

Resumo


De acordo com Guilbert e Biquet (1995), atualmente, há uma grande preocupação com segurança alimentar, conveniência e preservação do meio ambiente, tais fatores impulsionado o desenvolvimento de novas embalagens e uso de novas matérias-primas para a sua elaboração. Nos últimos quarenta anos, numerosos trabalhos mostraram a utilização de filmes e envoltórios comestíveis para melhorar a conservação e qualidade de diversos alimentos frescos, transformados ou congelados.
A aplicação do amido na produção de filmes se baseia nas propriedades químicas, físicas e funcionais da amilose para formar géis e na sua capacidade para formar filmes. (SHIMAZU, MALI, GROSSMANN, 2005). Alguns dos compostos naturais comumente incorporados a estes revestimentos são os extratos de frutas.
Syzygium cumini é uma árvore nativa da índia, da família das mirtáceas, introduzida também em países tropicais. Os frutos têm coloração roxa escura, sabor doce e adstringente muito particular e se destacam pela sua rica composição. As antocianinas presentes naturalmente no jamelão têm despertado interesse, devido aos seus efeitos nutricionais e terapêuticos, pela ação antioxidante (LAGO; GOMES; SILVA, 2006). Em comparação com outras frutas, o extrato dos frutos de Jamelão mostrou alta atividade antioxidante devido à presença de compostos bioativos como carotenóides e compostos fenólicos (FARIA; MARQUES; MERCADANTE, 2011).
No Brasil, o uso do amido de mandioca tem sido amplamente estudado para a produção de bioembalagens, uma vez que a mandioca é cultivada em todos os estados brasileiros, situando-se entre os nove primeiros produtos agrícolas do país, em termos de área cultivada, e o sexto em valor de produção (EMBRAPA, 2011).
Visando o aproveitamento da capacidade antioxidante dos compostos antociânicos do jamelão o presente trabalho objetiva a elaboração de filmes comestíveis, compostos por amido de mandioca como matriz principal com a adição de antioxidantes presentes nos frutos do Jamelão. Além de ser uma opção como conservante de alimentos o biofilme irá aproveitar de maneira sustentável o jamelão e a mandioca, recursos amplamente difundidos e com pouco uso tecnológico na nossa região.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.