EDIÇÃO DIGITAL DOS TEXTOS PUBLICADOS POR EULÁLIO MOTTA NO JORNAL MUNDO NOVO

Iago Gusmão Santiago

Resumo


O escritor baiano Eulálio Motta (1907-1988) teve uma significativa participação em jornais do interior da Bahia, deixando um importante legado para a história e para a memória literária. Segundo Barreiros (2009; 2012; 2013), Eulálio Motta tinha a intenção de reunir numa publicação os seus textos jornalísticos. Com base nisso, no plano de trabalho 2015/2016 PIBIC/CNPq propôs-se editar semidiplomaticamente os textos publicados em jornais que o escritor atuou, a saber: O Lidador, O Serrinhense, Gazeta do Povo, Mundo Novo e Vanguarda. Tendo em vista dar continuidade à pesquisa, foi proposta a elaboração de uma edição digital dos textos do jornal Mundo Novo. O período é constituído por 43 textos em prosa, publicados entre julho de 1931 e junho de 1932.
A edição digital proposta no atual plano de trabalho objetiva seguir os critérios e princípios adotados na hiperedição dos panfletos de Eulálio Motta, buscando testar a metodologia em um corpus diferente do utilizado por Barreiros (2012; 2015). Dentre os critérios encontra-se o da elaboração de um dossiê arquivístico, que é a reunião dos documentos paratextuais e prototextuais que ajudam na compreensão do texto que está sendo publicado (BARREIROS, 2012; 2015). O dossiê arquivístico é imprescindível para a elaboração da edição digital, pois os textos publicados tratam de temas complexos que exigem do leitor conhecimentos históricos, culturais e políticos referentes à época, como também a contextualização de determinadas questões que podem ser elucidadas por documentos do acervo do escritor. Dessa forma, o presente estudo consiste na apresentação do dossiê arquivístico e do levantamento estatístico dos topônimos encontrados nesses textos utilizando o software AntConc.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.