A PRODUÇÃO ACADÊMICA EM POLÍTICAS EDUCACIONAIS PARA EDUCAÇÃO INFANTIL NO BRASIL (2005-2010)

Manuela Monteiro Macedo

Resumo


O presente trabalho cujo título é A produção acadêmica em políticas educacionais para educação infantil no Brasil (2005-2010) tem por objetivo mostrar a configuração das defesas de teses e dissertações apresentadas nos cursos de pós-graduação em educação no Brasil através da análise das“características epistemológicas e metodológicas, e identificar as principais tendências dessa produção, indicando possíveis contribuições e lacunas em relação às perspectivas de constituição do campo de estudo em políticas educacionais”. A base utilizada para análise foi uma pesquisa anterior que organizou um banco de dados com 1.283 teses e dissertações entre 2000 e 2010 em políticas educacionais coletadas no banco de teses da Centro de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior - CAPES. Para tanto dialogamos com os seguintes referências, Kuhlmann Jr (1998); Rocha (1999), Arce (2001), Ferreira (2002), Hofling (2001), Marli André (2001), Penn (2002), Rosemberg (2002), Arretche (2003),Shiroma, Campos e Garcia (2005), Gatti (2001), Krawczyk (2012), Rehem (2013), Silva (2016), e Silva e Jacomini (2016),os quais têm discutido e problematizado sobre a educação infantil e políticas educacionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.