EDIÇÕES FAC-SIMILAR E SEMIDIPLOMÁTICA DE UM AUTO DE DEFLORAMENTO DE 1914

Jéssica Pâmela Bomfim Silva

Resumo


A Filologia é uma ciência antiga que tem por objeto de estudo o texto. Segundo Cambraia (2005, p.18), a Filologia possibilita “[...] o estudo global de um texto, ou seja, a exploração exaustiva e conjunta dos mais variados aspectos de um texto: lingüístico, literário, crítico-textual, sócio-histórico, etc.” Dessa maneira, a ciência filológica permite aos filólogos estudarem, interpretarem e comentarem os documentos, por diversos vieses.
De acordo com Melo (1971), existem quatro tipos de edições, a saber: a princeps (primeira edição de uma obra antiga); a crítica (que permite a comparação de manuscritos para estabelecer o texto perfeito); a diplomática (que preserva o texto ipsis litteris); e a fac-similar (feita através da fotografia, da digitalização etc.).
Outra edição existente não mencionada por Melo (1971) é a semidiplomática, que propicia a conservação das informações presentes no texto de forma fidedigna, porém a mesma permite algumas interferências no sentido de desdobrar as abreviaturas, apresentando-as em itálico e, também, separar as palavras unidas e unir as palavras separadas, o que facilita a leitura do documento por parte de interessados em geral. Assim, para esta pesquisa, propomos as edições fac-similar e semidiplomática do Auto de Defloramento de 1914, de Lindaura Maria de Jesus, para tornar possível a perpetuação das informações constantes no manuscrito, através das edições supracitadas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.