“CARACTERIZAÇÃO DO MOSTO CERVEJEIRO E DO MEL ORIUNDO DO SEMIÁRIDO BAIANO PARA PRODUÇÃO DE CERVEJA. ”

Flavia Santana Santos

Resumo


O incentivo para se trabalhar com o mel do semiárido baiano foi de ter um mel puro e para agregar maior valor ao produto da região, gerando renda para os apicultores, além de preservar as plantas nativas. Outro fator importante é tentar baratear um processo considerado caro como é o cervejeiro. O principal objetivo do trabalho é caracterizar o mosto puro malte utilizado no processo cervejeiro e caracterizar o mel do semiárido baiano e avaliar se o mesmo possui características que venham a favorecer a sua utilização como adjunto de malte, para a produção de cervejas não convencionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.