POBREZA E DESIGUALDADE NO SERTÃO SEMIÁRIDO DA BAHIA:UMA EXPLICAÇÃO A PARTIR DA ANÁLISE SOCIOAMBIENTAL DA DESERTIFICAÇÃO NO PÓLO DEJEREMOABO

Carine Fonseca Menezes Silva

Resumo


A Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (CCD), indica que em climas áridos, semiáridos e sub-úmidos secos ocorre o processo de desertificação, provocado pela degradação ambiental. Este processo resulta da ação de diversos fatores, tais como, as formas inadequadas de uso e manejo do solo, nas atividades agrícolas, tais como desmatamento, queimadas entre outros

Texto completo:

PDF

Referências


AB’SÁBER, A. Os domínios de natureza no Brasil: potencialidades paisagísticas. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

IPECE,2010. Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará.

KAGEYAMA, Ângela; HOFFMANN, Rodolfo. Pobreza no Brasil: uma perspectiva

multidimensional. Revista Economia e Sociedade. Campinas: v.15, n.1(26), p. 79-112, janjun/

SILVA, Roberto Marinho Alves da. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v. 38, nº 3, jul-set. 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.