CASAMENTO, MORALIDADE E TRANSGRESSÃO NA CIDADE DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS: O CASO DE MARIA BARBOSA (1600-1614)

Helena Ribeiro da Silva

Resumo


O presente trabalho está inserido na área de História, no campo da História Cultural, ou Sócio-cultural, bem como dos estudos de gênero, e tem como principal objeto de pesquisa o processo inquisitorial da ré Maria Barbosa, mulher parda, natural de Évora, casada com o ourives João da Cruz, filha do almocreve Belchior, pardo forro, e de Antónia Barbosa, também parda forra.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, A. M.. O gosto do pecado - Casamento e sexualidade nos manuais de confessores dos séculos XVI e XVII. 3ª. ed. Lisboa: Rocco Portugal, 1994.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

BELLINI, Ligia. A coisa obscura: mulher, sodomia e inquisição no Brasil Colonial. São Paulo: Basiliense, 1989.

COELHO, Carolina M. S. . Gênero: teoria e política. Revista de História (UFES), v. 1, p. 13-27, 2009.

LOURO, Guacira Lopes. Nas redes do conceito de gênero. In: LOPES, M. J., MEYER, D. E. e WALDOW, V. R. Gênero e Saúde. Porto Alegre, Artes Médicas, 1996.

MOTT, Luiz. Rosa Egipcíaca: uma santa africana no Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1993.

NOVINSKY, Anita. Inquisição: prisioneiros do Brasil – séculos XVI/XIX. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 2002.

OKIN, Susan Moller. Gênero, o público e o privado. In: Revista Estudos Feministas, Florianópolis, vol. 16, n° 2, maio/agosto 2008. ORLANDI, E.; LAGAZZI-RODRIGUES, S. (orgs). Análise de discurso. In: Introdução às Ciências da Linguagem: Discurso e Textualidade . Campinas: Pontes, 2006.

PEREIRA, A. M. S. ; REIS, A. D. . A Inquisição no feminino. Mulheres, religião e poder na América colonial. In: Livro de resumos do Simpósio Internacional de Estudos Inquisitoriais/Organização Marco Antônio Nunes da Silva et ali – Feira de Santana: Editora da Universidade Estadual de Feira de Santana, 2013. PEREIRA, A. M. S. . Inquisição e escravidão. Reflexões em torno do Brasil colonial: Rio de Janeiro, sécs. XVII-XVIII. Plurais: Revista Multidisciplinar da UNEB, 2013. ________________. A Inquisição no Brasil. Aspectos da sua actuação nas Capitanias do Sul (de meados do séc. XVI ao início do séc. XVIII). 1. ed. Coimbra: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 2006.

REIS, Adriana Dantas. As mulheres negras por cima. O caso de Luzia jeje. Escravidão, família e mobilidade social, Bahia, c. 1780- c.1830. Tese de doutorado. Niterói, Universidade Federal Fluminense, 2010.

SOUZA, Laura de Mello e. O diabo e terra de Santa Cruz: feitiçaria e religiosidade popular no Brasil colonial. São Paulo: Companhia da Letras, 1986.

SCOTT, J.W. . Gênero: uma categoria útil para a análise histórica. Traduzido pela SOS: Corpo e Cidadania. Recife, 1993.

VAINFAS, Ronaldo. Casamento, amor e desejo no ocidente cristão. São Paulo: Ática, 1992. ULHÔA PIMENTEL, H.. Casamento e sexualidade. A construção das diferenças. 1. ed. Florianópolis: Mulheres, 2012.; SILVA, Maria Beatriz Nizza da. Sistema de casamento no Brasil colonial. São Paulo : Queiroz, 1984.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.