DAS ROÇAS AS RODOVIAS: OS SABERES E EXPERIÊNCIAS DOS DISCENTES DAS ESCOLAS RURAIS SOBRE A FORMAÇÃO HISTÓRICO - ESPACIAL DE FEIRA DE SANTANA A PARTIR DA TRILHA DO GADO.

Josenilda Moreira Santos

Resumo


Feira de Santana apresenta desde seu surgimento até os dias atuais características bem peculiares que se nota nas mudanças espaciais significativas que marcaram a sua história. De acordo com Almeida (2012) as origens da sede do município remontam ao século XVIII e a um passado eminentemente rural, caracterizando-se por ser um lugar de pouso para viajantes, vaqueiros e suas boiadas, que vinham de toda a microrregião e até de outros estados. Sendo um dos fatores fundamental, este entreposto possuir grande disponibilidade de agua de boa qualidade, numa área relativamente plana e semiárida o que serviu a uma população itinerante e para os que se fixaram visando o comércio com esses grupos tropeiros. Nesta perspectiva, os recursos hídricos, em particular as lagoas, além de se constituírem em um aporte de água importante para os rios em uma região limite com o semiárido, fazem parte da história e da cultura da comunidade feirense.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Norma Lucia F. de. Urbanização, escolarização e variação linguística em Feira de Santana-Bahia (século XX). Revista do Programa de Pós-Graduação em Estudo de Linguagens Universidade do Estado da Bahia – UNEB. Departamento de Ciências Humanas – DCH I NÚMERO 04 – junho de 2012 ISSN: 2176-5782.

CARVALHO, Daniela Moreira et. al. Perspectivas dos jovens rurais: campo versus cidade. Artigo cientifico apresentado no 47º congresso: Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural. Porto Alegre, 26 a 30 de julho de 2009.

OLIVEIRA, A. M. de. A Escola Camponesa Na Alternância e o Ensino De Geografia. Mercator, Fortaleza, v. 12, n. 27, p. 171-187, jan./abr. 2013.

SILVA, Eunice Isaias da. Charge, Cartum e Quadrinhos: linguagem alternativa no ensino de geografia. Revista Solta a Voz. V. 18, n° 1, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.