ÉTICA EM WITTGENSTEIN

Lucas Jairo Cervantes Bispo

Resumo


O Tractatus Logico-Philosophicus, de Wittgenstein, é, mais ou menos, assimilado pela história da filosofia como responsável por ter empreendido em matéria de filosofia o que se convencionou chamar de virada linguística. Isto porque teria tornado possível a análise do pensamento a partir da proposição, a sua forma sensível. Do ponto de vista do próprio autor do Tractatus, o cerne do livre consiste na doutrina do dizer e do mostrar. Tal doutrina inscreve o Tractatus na tradição crítica, pois envolve fundamentalmente a demarcação entre o que pode ser dito e o que pode apenas ser mostrado. O espírito que move essa demarcação do campo do sentido é tramado em relação com a análise do pensamento por meio da proposição, afinal também ela só pode ser feita no âmbito da linguagem, e não do próprio pensamento. A partir da redução do dizível à forma de enunciados declarativos, o projeto do Tractatus encerra no âmbito do que não se deixa dizer todas aquelas condições lógicas que possibilitam a elaboração do discurso significativo, bem como a ética e a estética.

Texto completo:

PDF

Referências


DALL’AGNOL, Darlei. Ética e Linguagem: uma introdução ao Tractatus de Wittgenstein. Sâo Leopoldo. Editora Unisinos, 2005. p. 213-224.

GLOCK, Hans-Johann. Dicionario Wittgenstein. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

MORENO, Arley R. Wittgenstein: os labirintos da linguagem: ensaio introdutório. São Paulo: Moderna, 2000.

PINTO, Paulo Roberto Margutti. Iniciação ao silêncio: análise do Tractatus de Wittgenstein. São Paulo: edições Loyola (coleção Filosofia), 1998.

SANTOS, Luiz Henrique Lopes dos. “A Essência da Proposição e a Essência do Mundo”. In: Tractatus Logico-Philosophicus, Edusp, São Paulo, 2008.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Tractatus LogicoPhilosophicus. 3.ed. 2.reimp. São Paulo: EDUSP, 2010.

“Conferêcia sobre Ética”. In: DALL’AGNOL, Darlei. Etica e Linguagem: uma introdução ao Tractatus de Wittgenstein. Sâo Leopoldo. Editora Unisinos, 2005. p. 213-224.

HALLER, R. A Ética no pensamento de Wittgenstein. São Paulo, Revista Estudos Avançados, v. 5, n. 11, 1991.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.