O turismo e as implicações ambientais nas localidades de Arembepe e Imbassaí no Litoral Norte da Bahia

Maria Tuane Brito Silva

Resumo


O turismo é hoje uma importante atividade econômica e assim como diversas outras infligem danos ao meio ambiente. O uso dos recursos naturais; o transito intenso de pessoas; a ocupação de áreas de proteção ambiental para a construção de segundas residências, moradias e equipamentos turísticos (como hotéis, bares, restaurantes e ressortes); a ausência de esgotamento sanitário adequado, o aumento dos resíduos sólidos; a contaminação das águas dos rios e mares em função do despejo do esgoto não tratado; o aumento da utilização da água potável; do tráfego de veículos; a alteração da paisagem por conta da construção de edifícios e equipamentos inadequados são fatores que tem gerado agressões ao meio ambiente a partir da inserção da atividade turística nos espaços receptores.

Texto completo:

PDF

Referências


Carvalho, Paulo Gonzaga Mibielli de, et. Al. Indicadores para a avaliação da gestão ambiental municipal com base no modelo Pressão-Estado-Resposta. Caxambú-MG, 2008.

CRUZ, Rita de C. A. Introdução a Geografia do Turismo. São Paulo/SP: Roca, 2003.

SANTOS, Telma Maria Sousa dos. Turismo e urbanização em espaços litorâneos: um olhar sobre Praia do Forte-Bahia. Feira de Santana: UEFS, 2013.

QUEIROZ, Lucia Aquino de. Turismo na Bahia: estratégias para o desenvolvimento. Salvador: Secretaria da Cultura e Turismo, 2002.

REJOWSKI, Mirian. Turismo no percurso do tempo. 2. Ed. São Paulo/AP: Aleph, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.