INFLUÊNCIA DA CONDIÇÃO BUCAL NA QUALIDADE DE VIDA DE ADOLESCENTES: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Raphael Lobo de Souza

Resumo


Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), pode-se considerar a adolescência como o período delimitado entre 10 e 19 anos de idade (OMS, 1965), ou seja, a segunda década de vida, sendo que mais de 34 milhões de brasileiros tinham entre 10 e 19 anos de idade no ano 2000 (BRASIL, 2007). A saúde bucal constitui um fator fundamental na autoimagem de cada adolescente, uma vez comprometida, afeta a saúde em geral, podendo alterar hábitos alimentares, dificuldades na mastigação, na fala, e conduzir mudanças no comportamento, insatisfação com a aparência e prejuízo na aceitação social, cujas implicações negativas poderão assumir um grande impacto na qualidade de vida destes. (SHEIHAM, 2005). Assim atualmente na literatura sobre a associação entre o status de condição bucal de adolescentes e a qualidade de vida relatada por eles.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.2556

Apontamentos

  • Não há apontamentos.