CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO DE TECNOLOGIA VISUAL SOBRE POTENCIAL DE MEDICAMENTOS PARA COMPLICAÇÕES LOCAIS DA TERAPIA INTRAVENOSA

Paula Horrana Carvalho Silva

Resumo


O processo de hospitalização e adoecimento da criança provoca diversas modificações em seu cotidiano e no de sua família. Essa situação está muitas vezes envolta por sentimentos como medo, tristeza, incertezas, angústia e ansiedade. Esses sentimentos estão relacionados a contratempos que podem surgir durante a estadia da criança no hospital, como a realização de procedimentos invasivos e potencialmente dolorosos, a exemplo da punção intravenosa periférica (PIP) necessária à implementação da terapia intravenosa periférica (TIV) e os eventos adversos que podem surgir em decorrência dessa terapia.
A implementação da TIV é composta por diversas etapas, dentre as quais a segurança do paciente pode estar comprometida, haja vista que o erro é uma possibilidade inerente à condição humana e é importante a instituição de cuidados para reduzir o risco de erros. Os eventos adversos são situações nas quais um erro em qualquer etapa da assistência pode trazer alguma injúria ao paciente. Na TIV, pode-se citar como exemplos de eventos adversos, as complicações locais da terapia: infiltração, extravasamento, flebite e obstrução. A natureza das drogas utilizadas é um dos fatores que estão diretamente ligados à ocorrência de complicações, visto que podem trazer lesão ao endotélio vascular e trazer prejuízos ao paciente em variados graus de gravidade.
Entretanto, ao fazer o levantamento do estado da arte sobre tecnologias voltadas para a prevenção de complicações da TIV, com enfoque para a natureza dos medicamentos, no período de janeiro a maio de 2015, não foram encontrados artigos que abordavam esta temática. Assim, observando a escassez de estudos referentes à temática, questionou-se: É possível construir uma tecnologia didática e instrucional para orientar os trabalhadores da saúde na prevenção de infiltrações e extravasamentos em crianças hospitalizadas? Esta tecnologia possui validade de conteúdo e aplicabilidade prática?
Esse estudo tem como objetivos, estudar diferentes aspectos da terapia intravenosa realizada em crianças hospitalizadas, com destaque para a construção de uma tecnologia sobre o potencial de medicamentos e soluções para complicações da TIV e validar o conteúdo e a aparência da tecnologia didática e instrucional elaborada, junto a experts da área da TIV.
Assim, a realização deste estudo poderá colaborar com os trabalhadores da saúde no sentido da utilização de um recurso didático e instrucional que venha a inovar a prática clínica, visando o preparo e administração segura de medicamentos com potencial para a ocorrência de infiltrações e extravasamentos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i20.3125

Apontamentos

  • Não há apontamentos.