ADESÃO AO TRATAMENTO DE USUÁRIOS DE UM CAPS AD DO INTERIOR DA BAHIA

Iandra Sara dos santos Ferreira

Resumo


As substâncias psicoativas (SPAs) são conhecidas pelo homem desde seus primórdios, e em tempos mais modernos, com as tecnologias que possibilitam o tráfego instantâneo da informação, um número cada vez maior de pessoas tem acesso ao conhecimento sobre drogas lícitas e ilícitas (GIGLIOTTI E GUIMARÃES, 2010). A relação estabelecida entre os indivíduos e as SPAs, tem sido plano de fundo para o surgimento ou exacerbação de problemas sociais, econômicos e de saúde.
Respaldado pela Reforma Psiquiátrica na década de 80, foram criados os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) (VIDAL, BANDEIRA E GONTIJO, 2007). O CAPS ad é destinado a assistência de usuários de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas, e adota as estratégias de redução de danos como ferramenta das ações de prevenção e promoção da saúde.
Na condição de estudante do curso de graduação em Enfermagem, saliento a importância de analisar a percepção dos usuários do CAPS ad sobre a adesão aos serviços terapêuticos oferecidos pela sua relevância para uma prática exitosa. Diante disto surgiu o seguinte questionamento: Qual a percepção dos usuários de um CAPS ad do interior da Bahia sobre a adesão aos serviços terapêuticos oferecidos?
Nesta perspectiva este estudo teve como objetivo analisar a percepção dos usuários do CAPS ad sobre a adesão aos serviços terapêuticos oferecidos por um CAPS ad do interior da Bahia.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i21.3728

Apontamentos

  • Não há apontamentos.