CLONAGEM E EXPRESSÃO DA PORÇÃO ENZIMÁTICA DA QUITINA SINTASE DE Moniliophthora perniciosa (STAHEL) AIME & PHILLIPS-MORA A PARTIR DE CÉLULAS DE Escherichia coli

Afonso Menezes do Nascimento Neto

Resumo


A quitina é um homopolissacarídeo linear com uma função estrutural de extrema importância na composição das membranas celulares dos fungos. Sendo um desses o Moniliophtora perniciosa, causador da fitopatologia da cultura do Theobroma cacao, a Vassoura-de-bruxa, que infecta as regiões meristemáticas da planta, especialmente frutos novos, lançamentos e almofadas florais, causando queda acentuada na produção, dano nas almofadas florais e causando enfraquecimento da planta (Brasil, 2013). Com os conhecimentos adquiridos a partir da descoberta da sequência do genoma do Moniliophtora perniciosa por Souza (2012), foram criadas alternativas para o controle do fungo nas plantações de cacau, onde a inibição ou desregulação das principais enzimas são objetivos importantes para o desenvolvimento de fungicidas (Merzendorfer, 2003). No qual, este presente trabalho se baseia no pressuposto da elaboração de um inibidor para enzimas da rota de síntese da quitina, como a Quitina Sintase, dispondo-se a fazer a clonagem da porção enzimática da Quitina Sintase que proporcionará testes in vitro de possíveis inibidores para controle do Moniliophtora perniciosa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.