TRIAGEM VIRTUAL PARA A SELEÇÃO DE INIBIDORES DUAIS FRENTE À ACETILCOLINESTERASE E BUTIRILCOLINESTERASE HUMANA

Ana Mércia Silva Mascarenhas

Resumo


Acetilcolinesterase (AChE) e Butirilcolinesterase (BuChE) estão envolvidas na transmissão colinérgica,e sua deficiência é considerada uma das principais hipóteses da patogênese da Doença de Alzheimer (DA) (FALCO et al., 2016). Por esse motivo, o tratamento da DA é baseado principalmente na monoterapia com fármacos anticolinérgicos com seletividade para AChE (ex.: donezepila e galantamina) e/ou ambos os receptores (ex.: rivastigmina). Contudo, a monoterapia é ineficaz devido ao efeito compensatório entre a AChE e BuChE (NAJAFI et al., 2017), além disso os fármacos atuais possuem baixa eficácia e alto perfil de efeitos adversos e portanto a identificação de novos inibidoresduaistorna-se uma alternativa promissora para o tratamento de pacientes com DA. Uma forma de alcançar esse objetivo é através da integraçãode estratégias químico-medicinais capazes de identificar requisitos estéreo-eletrônicos essenciais para a inibição de ambos os alvos biológicos (ex. modelos farmacofóricos) e que forneçam informações de afinidade e modo de ligação no sítio ativo (ex. acoplamento molecular)(RODRIGUES et al., 2012). Diante do exposto, a triagem virtualpor modelos farmacofóricos e acoplamento molecular foi utilizada para priorizar potenciais inibidores duais frente a AChE e BuChE, presentes no banco de moléculas da Sigma-Aldrich® disponível na plataforma ZINC15.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.3802

Apontamentos

  • Não há apontamentos.