LEVANTAMENTO CLÍNICO E EPIDEMIOLÓGICO DE LESÕES ORAIS VERRUCOSAS, ASSOCIADAS AO HPV, DIAGNOSTICADAS NO CENTRO DE REFERÊNCIA EM LESÕES BUCAIS DA UEFS, NO PERÍODO DE 2005 A 2017

Dhenifer Rodrigues Paixão Santos

Resumo


O Papiloma Vírus Humano (HPV) trata-se de um vírus epiteliotrópico, apresentando grande afinidade pelo tecido epitelial, infectando não só os sítios de maior prevalência (região anogenital), mas também a cavidade oral (PENNACHIOTTI, et al.2016). Entre os agentes infecciosos, o vírus HPV tem sido associado à etiologia de lesões malignas como o Carcinoma Epidermóide e Verrucoso além de diversas lesões bucais benignas incluindo o papiloma escamoso, a verruga vulgar, o condiloma acuminado e a hiperplasia epitelial focal. (SOARES et al. 2002; BARRETO, et al 2014).
Apesar da grande incidência e associação com várias lesões orais, as verificações clínicas a respeito da infecção pelo HPV na cavidade oral tem sido pouco investigada pelos cirurgiões dentistas, quando comparada à infecção deste vírus em outras áreas médicas, como a ginecológica, urológica e dermatológica (BARRETO, et al. 2014).
Faz-se necessário, portanto, uma maior elucidação por parte da comunidade científica, dessa forma este estudo se propõe a discutir, rastrear e posteriormente esboçar o perfil clínico e epidemiológico dos indivíduos acometido por lesões verrucosas na população de Feira de Santana e Microrregião.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.