EXPERIÊNCIA DE FAMILIARES DE RECÉM-NASCIDO PREMATUROS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL

Gabriela Santos Silva

Resumo


A ocorrência de um parto prematuro e a notícia de necessidade de um tratamento especializado que implicará permanência do recém-nascido no hospital desmitifica essa idealização de perfeição do momento do parto e trás consigo sentimentos de angustia, desespero, insegurança quanto ao futuro que acaba de se tornar incerto e surpresa pela ocorrência de tal fato repentino (OLIVEIRA et al., 2013).
Dentro dessa perspectiva é notada a necessidade de um olhar diferenciado aos sentimentos e experiências desses familiares nesse contexto, em especial ao pai, avós e irmãos que são afetados de forma direta, mas que muitas vezes são esquecidos já que a maioria das ações planejadas são direcionadas a genitora (SANTOS et al., 2012).


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.