PRÁTICAS ALIMENTARES NA PRIMEIRA INFÂNCIA E EXPERIÊNCIA DE CÁRIE EM CRIANÇAS DE TENRA IDADE

Jéssica Fernandes Eça

Resumo


A cárie dentária ainda representa um problema de saúde pública no Brasil, especialmente em crianças jovens. Apesar de se constatar, no último levantamento de Saúde Bucal 2010 realizado pelo Ministério da Saúde um declínio importante da doença nas crianças aos 12 anos de idade, aos 5 anos a redução do índice ceo foi discreta quando comparado ao levantamento de 2003, passando de 2,8 para 2,3. Os dados atuais mostram que o componente cariado aos 05 anos de idade continua preocupante. (BRASIL, 2010)
A ocorrência de cárie precoce na infância têm sido crescentes e os serviços públicos não conseguem absorver essa demanda e realizar as ações de intervenção necessárias, pois o manejo, nesses casos, é muito difícil, requerendo conhecimentos e habilidades específicas. (SANTOS et al.,2016)
Dessa forma, como os hábitos alimentares são adquiridos durante toda a vida, os primeiros anos são um período muito importante para o estabelecimento de hábitos saudáveis que iram promover a saúde do indivíduo. (LANES et al., 2012). A formação de hábitos alimentares saudáveis contribui para a saúde bucal e geral, propiciando uma melhor qualidade de vida para as crianças e satisfação para os pais. (SILVA et al., 2010).
Assim, faz-se necessária a implementanção de programas para auxiliar na intervenção e criar um sistema de vigilância alimentar e nutricional para crianças nessa idade, já que este período é o mais propício para a aquisição de bons hábitos e comportamentos. (MARTINS et a.l,2014)
Entendendo que a exposição a uma dieta desfavorável no início da vida é um fator importante na prevalência de cárie precoce na primeira infância, e os hábitos alimentares são formados, especialmente, nesse período, estimar a associação entre as práticas alimentares nos primeiros anos de vida e a consequência para a criança no futuro, poderia auxiliar nas ações para a prevenção da doença.
O propósito deste trabalho foi realizar uma revisão de literatura sobre as práticas alimentares na primeira infância e experiência de cárie em crianças de tenra idade.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.3848

Apontamentos

  • Não há apontamentos.