APLICAÇÃO DE CLAE-DAD-EM/EM NA CARACTERIZAÇÃO ESTRUTURAL DE ALCALOIDES ISOLADOS DE Prosopis juliflora, ATIVIDADE ANTICOLINESTERÁSICA E ANTI-HELMÍNTICA

Kelli de Oliveira Carneiro

Resumo


Na busca por novos fármacos, os produtos naturais destacam-se pela diversidade estrutural e, assim, as espécies vegetais são candidatas importantes para screening de novos compostos bioativos (GIORDANI et al.,2008).
Alcaloides são compostos nitrogenados com pouca distribuição na natureza. Estes compostos já foram identificados na espécie Prosopis juliflora em estudos anteriores e são conhecidos pelo potente efeito fisiológico sobre o organismo e o sistema dos mamíferos, constituindo importantes agentes terapêuticos. Como representantes dessa gama de compostos que são usados para o tratamento de doenças, podemos citar a atropina, morfina, quinina e vincristina (ROBBERS; SPEEDIE; TYLER, 1997).
As parasitoses gastrintestinais são consideradas um importante fator limitante para a caprinocultura, uma vez que promovem redução da produtividade animal devido à perda de peso, diminuição no consumo alimentar, diarreia, anemia, queda na produção de leite, baixa fertilidade e elevada mortalidade em caso de alta taxa de infecção, conduzindo à perda econômica na produção (LIMA et al., 2010; VILELA et al., 2012).
As doenças degenerativas, como Alzheimer, tornam-se mais frequentes com o aumento da expectativa de vida da população. Os avanços obtidos na compreensão da evolução da doença têm demonstrado que o uso de inibidores da enzima acetilcolinesterase (AChE) é a forma mais eficiente de controle da doença (YAMAGUCH, 2012). Nesse sentido, a busca por novos compostos com atividade anticolinesterásica é de grande importância o que justifica a realização do trabalho que tem como objetivo avaliar a atividade anticolinesterásica e anti-helmíntica de alcaloides isolados da espécie Prosopis juliflora.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.3853

Apontamentos

  • Não há apontamentos.