INFLUÊNCIA DA IDADE, DO GÊNERO E DO NÚMERO DE MICRODESPERTARES NO ÍNDICE DE APNÉIA E HIPOPNÉIA DO SONO

Maria Carolina Silva Leite

Resumo


A síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) é uma desordem caracterizada pelo estreitamento parcial ou total das vias aéreas superiores (VAS) durante o sono, que provoca a redução da saturação do oxigênio no sangue (Lim et al., 2014; Hein et al., 2017).
Devido a sua alta prevalência e aumento da taxa de mortalidade, entre os que a possuem, a SAOS é considerada um problema de saúde pública. Acredita-se está associada a morbidades cardiovasculares, obesidade, diabetes mellitus, impotência, depressão e até a morte súbita (Rodrigues et al., 2017). O grupo mais afetado parece incluir os com idade avançada, do gênero masculino, com aumento do índice de massa corporal (IMC) e circunferência do pescoço (Gabbay I.E, Lavie P, 2012). Assim, o objetivo deste estudo foi analisar as frequências das variáveis idade, gênero e microdespertares, presentes nos laudos de exames polissonográficos, e suas influências no índice de apnéia e hipopnéia (IAH).


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.3871

Apontamentos

  • Não há apontamentos.