ANÁLISE SOCIOAMBIENTAL NO PÓLO DE JEREMOABO-BA: RELAÇÃO ENTRE DESERTIFICAÇÃO E DESIGUALDADE SOCIOECONÔMICA NO SERTÃO SEMIÁRIDO

Carine Fonseca Menezes Silva

Resumo


A Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (CCD), indica que em climas áridos, semiáridos e sub-úmidas secas, ocorre o processo de desertificação, provocado pela degradação ambiental. O processo resulta também da ação antrópica, tais como, as formas inadequadas de uso e manejo do solo, nas atividades agrícolas e pastoris, desmatamento, queimadas etc.
O presente resumo apresenta o resultado da pesquisa de iniciação científica que teve como objetivo analisar a relação entre a desertificação e a desigualdade de distribuição de renda a partir dos indicadores socioeconômicos, dos municípios que integram o Pólo de Jeremoabo, tomando como referência o Produto Interno Bruto entre 2011 a 2015, o rendimento médio mensal entre 2011 a 2015, o Índice de Gini entre 2010 a 2015, a oferta de emprego, desemprego e subemprego entre 2010 a 2015.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.3907

Apontamentos

  • Não há apontamentos.