A EXPRESSÃO DOS FENÔMENOS ÉTICOS EM WITTGENSTEIN

Lucas Jairo Cervantes Bispo

Resumo


Ludwig Wittgenstein, no Tractatus Logico-Philosophicus, através de uma crítica da proposição, traça os limites do pensamento. De acordo com a perspectiva do Tractauts, esses limites só poderiam ser traçados no âmbito da linguagem, de tal modo que tudo o que venha a ultrapassá-lo seria um contrassenso. A partir da estrutura da linguagem, então, infere-se a estrutura do mundo, comprendendo a linguagem proposicional como uma imagem de um estado de coisas possível ao qual ela deve identificar-se, o que quer dizer haver uma relação de isomorfia entre as partes mínimas da proposição e as partes mínimas do fato do qual ela é uma imagem. Por ser figuração de um fato do mundo, a proposição é, a fim de representá-lo, marcada pela contingência, preservando a possibilidade de ser verdadeira ou falsa. A partir da redução do dizível à forma de enunciados declarativos, Wittgenstein encerra no domínio do que não se deixa dizer todas aquelas condições lógicas que possibilitam a elaboração do discurso significativo. Por visar ao absoluto, a ética não poderia ganhar corpo na forma de um discurso significativo na medida em que tudo o que se deixa dizer, porque contingente, deve poder ser negado. Todavia, apesar da indizibilidade da Ética e de não haver fatos Éticos no mundo, já que tudo o que pode ser dito pertence ao campo do significativo e remonta a fatos mundanos, não só Wittgenstein atribui relevância à Ética, como assume haver fenômenos éticos, isto é, ações que se pretendem éticos. Não fica claro, então, qual seria o estatuto desses fenômenos, justificando-se assim a interrogação pelo estatuto de tais fenômenos e também sobre a possibilidade da Ética ganhar expressão numa modalidade de linguagem que não fosse ela mesma proposicional. Nessa medida, dado a redução, feita pelo Tractatus da linguagem a modalidade de enunciados declarativos, convém perguntar também se o Tractatus não deixaria margem à existência de outras formas de expressão em que os fenômenos éticos tivessem lugar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.3924

Apontamentos

  • Não há apontamentos.