RELAÇÕES ENTRE O URBANO E O RURAL E A EXPANSÃO DA CIDADE DE IRARÁ

Maria Carolina da Anunciação Nascimento

Resumo


Irará está localizada na Microrregião de Feira de Santana, a uma distância em 136 km
da capital estadual, Salvador na Bahia; e segundo o IBGE sua população em 2016, era
estimada em 29723 habitantes (IBGE, 2016). Irará, é uma cidade pequena que, assim
como as demais, tem suas atividades divididas, sobretudo, entre agricultura, baseada no
cultivo da mandioca, do milho, do feijão, do fumo e de hortaliças, e o terciário, com
base nos serviços (sobretudo, públicos) e no comércio, com forte movimentação aos
sábados, quando acontece a tradicional Feira Livre, na qual é vendida boa parte do que
se produz.
Assim sendo, percebe-se que, mesmo sendo constituída como cidade pequena, o
comércio e os serviços implantados passaram a ter papel determinante para os rumos
Irará que tomaria. Esse longo processo, além de trazer novas propostas de atividades de
infraestrutura e maior necessidade de planejamento, também evidenciou problemas
sociais e enalteceu diversas formas de desigualdades em seu território urbano, por
consequência da expansão da cidade.
Com base nessa problemática, argumenta-se que o nexo deste projeto é pensar os
fatores/dinâmicas que, aliados às alterações advindos da lógica da urbanização
capitalista, culminaram por identificar Irará como uma cidade pequena e discorreram
suas características, bem como na importância que adquiriu a partir dessas últimas duas
décadas no contexto da urbanização baiana.
Portanto, percebe-se a necessidade de se estudar e agregar reflexões, com base em
revisão teórica e pesquisa de campo, fatores que busquem entender a reprodução das
cidades pequenas, correlacionando as relações entre o rural e o urbano, principalmente
quando se leva em consideração a história da urbanização que ocorreu no Brasil.
Com tais discussões, torna-se possível avançar na compreensão sobre as transformações
que ocorreram na produção das cidades pequenas localizadas na Bahia e contribuir para
a reflexão sobre como o avanço das relações capitalistas no Brasil alterou a vida e a
dinâmica urbanas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.