ATIVIDADE DE ÓLEOS ESSENCIAIS DAS ESPÉCIES LIPPIA INSIGNIS MOLDENKE E LIPPIA ORIGANOIDES KUNTH. NO CONTROLE DE CARRAPATOS DE BOVINOS RHIPICEPHALUS (BOOPHILUS) MICROPLUS

Arlian Verçosa da Silva Filho

Resumo


como um dos pilares fundamentais para produtividade de um rebanho bovino, e um dos principais problemas sanitários está relacionado à infestação por parasitas, sendo o carrapato o que mais traz problemas e atua como limitante no sucesso das criações (OLIVEIRA-SIQUEIRA, 2001). O Rhipicephalus (Boophilus) microplus (carrapato-do-boi) é o mais importante ectoparasita dos rebanhos bovinos, sendo um parasito que apresenta facilidade de multiplicação nas condições climáticas brasileiras. Este carrapato alimenta-se de sangue, então provoca anemia, grande desconforto, perda de peso e redução na produção de leite e carne dos animais, desvalorização do couro, além de ser transmissor da doença conhecida com Tristeza Parasitária Bovina (FURLONG, 2005) A busca por um modelo alternativo ou complementar, repercutiu no interesse pelas "terapias alternativas”, destacando-se a utilização de óleos essenciais e extratos de plantas. Dentre as várias espécies botânicas que vem demonstrando potencial para uso no controle de ectoparasitas destaca-se o gênero Lippia, onde vários tipos de extratos e óleos essenciais vêm sendo amplamente testados por seu potencial antimicrobiano e antiparasitário em diferentes ensaios in vitro e in vivo (SOARES; TAVARES-DIAS, 2013).
O objetivo desse trabalho foi avaliar a eficácia do óleo essencial das espécies Lippia origanoides Kunth e Lippia insignis Moldenke no controle de carrapatos de bovinos Rhipicephalus (boophilus) microplus.
METODOLOGIA
a) Obtenção dos


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.3940

Apontamentos

  • Não há apontamentos.