TRAJETÓRIA DE FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DOCENTE DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL DO CAMPO

Elida Rocha dos Santos

Resumo


presente plano de trabalho é um recorte do projeto de pesquisa intitulado “Educação Infantil na zona rural: caracterização e análise do cenário de implementação das políticas de educação do campo no município de Feira de Santana”, e faz parte de uma das linhas de pesquisa do Centro de Estudos e Documentação em Educação (CEDE). O estudo é de base qualitativa, utilizou depoimentos de três professoras de uma escola exclusiva de Educação Infantil do Campo (EIC) do Município de Feira de Santana. O objetivo geral do trabalho foi analisar a trajetória de formação e a atuação docente de professores de Educação Infantil do Campo no município de Feira de Santana/Bahia. Os resultados da pesquisa visam contribuir e subsidiar possíveis discussões e avanços no que diz respeito a formação de professores para trabalharem na Educação Infantil do Campo (EIC), uma vez que pouco tem se produzido em dados e análise sobre tal temática. O estudo aponta a importância de uma formação de professores, que atuam com crianças pequenas oriundas do território rural, seja adequada para que esses profissionais consigam dar conta de atender a demanda dessas crianças, e o mais importante, que sejam respeitadas o direito a educação de qualidade, e que esteja em consonância com a realidade desses sujeitos. Além disso, destaca a carência de discussões sobre esta etapa de ensino no contexto da Educação do Campo (EC), realçando a importância de lutarmos por uma educação contextualizada e que empregue sentidos a vida das crianças no espaço escolar, articulando os conhecimentos da comunidade em que estão inseridos com os que historicamente foram produzidos, que são específicos da Educação Infantil (EI) e que estejam voltados para as vivências, necessidades, culturas e saberes advindos dos sujeitos que trabalham e habitam o campo (ARROYO, CALDART, MOLINA; 2008).

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.3955

Apontamentos

  • Não há apontamentos.