INVESTIGAÇÃO DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INOVADORAS NO ENSINO UNIVERSITÁRIO: UM ESTUDO DE CASO COM PROFESSORES DE EXATAS

Juliana de Jesus Araújo

Resumo


O Ensino Superior em nossa sociedade tem tido ultimamente um olhar de grande preocupação nos cursos de Ciências exatas. Tal cenário se dá para as reprovações e evasões, e um dos fatores se apresenta pelo insucesso nas disciplinas de Cálculo I e II. Preocupados com essa realidade presente na nossa universidade (UEFS) nos cursos de licenciatura em Química, Física e Matemática que nossa pesquisa surgiu com o objetivo de buscar analisar os motivos que levam os estudantes a se evadirem, a reprovarem e até mesmo as concepções dos professores sobre os determinantes da evasão e reprovação, bem como as estratégias de intervenção desenhadas para intervir nesses fenômenos.
O grande número de reprovações despertou o interesse pelo tema, visto que seja duas disciplinas de grandes dificuldades apresentas pelos estudantes, impedindo de ter êxito e somando para a evasão ou reprovação desses cursos citados acima.
Sabe-se que o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Pedagogia Universitária (NEPPU) tem afinidade de objetivos em comum com a temática trabalhada, logo o mesmo propõe a pesquisa “Inovação da Pratica Pedagógica de professores do ensino universitário pela pesquisa-ação colaborativa”, com o propósito de provocar os professores da UEFS para o exercício de práticas inovadoras e com a qualidade esperada fazer face a esse contexto de mudança social. O grupo proporcionou um espaço de avaliação e discussão chegando a importância de dá prosseguimento a ideia de levantar hipóteses e chegar as conclusões aos motivos pelos quais existe uma linha de insucesso das ciências exatas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.