SER MÃE E PROFESSORA: OS DESAFIOS DAS MULHERES NO PERCURSO DA CARREIRA DOCENTE NO SÉCULO XX

Luzia Aparecida Silva

Resumo


O estudo da História da Educação nos ajuda a refletir sobre alguns processos que estão postos no nosso cotidiano. Desse modo, podemos compreender o espaço escolar como um território que inicialmente pertenciam aos homens no que tange ao direito de estudar quanto ao de exercer a profissão docente. Contudo, no final do século XIX para o início do século XX a mulher começa a assumir este espaço de profissional docente, porém, a ela ainda caberia o cuidado com os filhos, da casa e do esposo. Neste sentido, este trabalho científico é resultado de uma pesquisa de Iniciação Científica e teve como agência financiadora a PROBIC/UEFS, sendo desenvolvida no Grupo de Estudos e Pesquisas em História, Educação e Gênero (GEPHEG), em Feira de Santana, Bahia. A pesquisa surgiu a partir de questionamentos, sobre como essas mulheres que eram professoras e mães conciliavam a diversidade de papéis atribuídos a elas, visto que, nesse período começavam a serem vistas fora do espaço doméstico, como trabalhadoras remuneradas. Nesse trabalho, propusemos como objetivos, compreender os desafios enfrentados pelas mulheres que eram professoras e mães no século XX, bem como, conhecer as estratégias que elas utilizavam para conciliar suas atividades domésticas com a função docente. Utilizamos como referência os estudos de Chamon (2005), Fidalgo (2003), Louro (2017), Uchôa (2016), dentre outros autores/as que abordam sobre a temática aqui apresentada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.