DIAGNÓSTICO MELISSOPALINOLÓGICO DA MICRORREGIÃO DA SERRA GERAL DA BAHIA: MÉIS DO MUNICÍPIO DE CAETITÉ

Bianca Alves Lopes

Resumo


O mel é um alimento nutritivo e energético produzido e consumido em quase todos os países do mundo. Sua importância vem de sua composição que é uma mistura complexa de carboidratos, proteínas, aminoácidos, ácidos orgânicos, vitaminas e minerais. Este produto tem como matéria prima o néctar, que é coletado nas flores pelas abelhas, e então combinado com substâncias específicas próprias deste inseto (Barth 2004).
O espectro polínico pode fornecer informações importantes para a qualificação deste produto, tais como a participação (proporção) de cada táxon na constituição do mel (origem botânica), sua origem geográfica e o período de sua coleta (Iwama & Melhem, 1979; Barth 1989). Na microrregião da Serra Geral está inserido o município Caetité. Embora seja desconhecido o potencial apícola de sua vegetação, a apicultura é bem disseminada na região, com apiários situados em oito localidades (Brejinho das Ametistas, Cachoeirinha, Caldeiras, Maniaçu, Pajeú dos Ventos, Sapé, Tanquinho e Vereda dos Cais). Dessa forma, se faz necessário estudos que possibilitem conhecer a participação das espécies de plantas nativas ou cultivadas na produção de mel local, como por exemplo os trabalhos que vem sendo desenvolvidos por pesquisadores da Universidade do Estado da Bahia, Campus VI, ainda em fase inicial.
O objetivo desse trabalho foi caracterizar a origem botânica de amostras mensais de mel de Apis mellifera L., (Apoidae: Apidae) coletadas ao longo de um ano em um apiário localizado no município de Caetité - BA, para contribuir com o conhecimento da flora de importância apícola local.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.