ESTUDO DE FLAVONÓDES E FENÓIS TOTAIS EM ESPÉCIES DE ALLAMANDA BLANCHETII, HIBISCUS ROSA SINESIS E MUSSAENDA ALICIA COLETADAS NA CIDADE DE FEIRA DE SANTANA

Jéssica Fernanda Ribeiro Oliveira

Resumo


As antocianinas são pigmentos vegetais, responsáveis por uma grande variedade de cores observadas em flores, frutos, algumas folhas, caules e raízes de plantas, que podem variar do vermelho vivo ao violeta/azul. (Castañeda, 2009). Quimicamente, esses pigmentos são compostos fenólicos pertencentes ao grupo dos flavonoides, que são importantes por atuarem na copigmentação das antocianinas, através de mecanismo de complexação intermolecular, tornando mais estável a molécula antociânica. (Filho & Lima; 2011, 2002).
Segundo Navarro (2005), "a presença de flavonoides em espécies vegetais, parece estar relacionada com funções de defesa (proteção contra raios ultravioleta, fungos, e bactérias), e seus pigmentos servem de atração a agentes polinizadores."
De acordo com Nascimento (2009), na Mussaenda Alicia existe uma alta concentração de fenólicos na fração em acetato de etila, possivelmente relacionada com a presença de flavonóides, taninos e cumarinas detectadas nos testes químicos. Já as pétalas de Hibiscus rosa sinensis apresentam maior conteúdo de antocianinas (p<0,05), sendo considerada fonte de elevado teor do pigmento (teor superior a 200 mg/100 g) (Teixeira et. al. 2008).


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.