ANÁLISE DE COMPONENTES PRINCIPAIS NO ESTUDO DE ÓLEOS ESSENCIAIS DA ESPÉCIE Lippia origanoides Kunth

Taiara Souza Costa

Resumo


A Estatística mostra-se, cada vez mais, como uma poderosa ferramenta para a análise e avaliação de dados, em várias áreas do conhecimento. Até o advento dos computadores, a única forma de se analisar as variáveis era de forma isolada, e a partir dessa análise fazer inferências sobre a realidade. Sabe-se que essa simplificação tem vantagens e desvantagens (VINICI & SOUZA, 2005).
Portanto, muitas vezes há necessidade de ferramentas estatísticas que apresentem uma visão mais global do fenômeno do que aquela possível numa abordagem univariada, com isso deve se fazer o uso de métodos de análise multivariados. Quando o interesse é verificar como as variáveis se relacionam, destacam-se o método: análise de componentes principais (ACP).
A ACP pretende-se determinar as variáveis de maior influência na formação de cada componente, que serão utilizadas para estudos e permite identificar padrões nos dados e expressá-los de uma maneira tal que suas semelhanças e diferenças sejam destacadas. Uma vez, encontrados padrões nos dados, é possível comprimi-los, ou seja, reduzir suas dimensões, sem muita perda de informação (LUNA & SANTOS, 2005).
A espécie alvo desta parte do projeto de pesquisa é a Lippia origanoides Kunth, sendo usada principalmente no tratamento de desordens no aparelho digestivo e para antissepsia de mucosas e feridas (OLIVEIRA et al., 2007). No Estado da Bahia populações de L. origanoides ocorrem de forma silvestre (SALIMENA & MÚLGURA, 2015), especialmente na região da Chapada Diamantina e no Norte do Estado, sendo desconhecida a existência de variação fitoquímica entre essas populações.
Devido às pressões antrópicas, visto que a espécie é obtida por meio do extrativismo, são necessárias medidas com a finalidade de conservar esse recurso genético vegetal. A ecogeografia pode ser um auxílio, ao indicar em que ambiente uma espécie medicinal nativa ocorre, gerando subsídios para o cultivo, bem como indicando locais com genótipos de interesse (BOLDT, 2014; MARTINS, 2014).
Este trabalho tem como objetivo caracterizar os ambientes de ocorrência natural de populações de Lippia origanoides no Estado da Bahia, quanto às características ecogeográficas, bem como averiguar se existem variações na composição química do óleo essencial produzido pelas diferentes populações da espécie, relacionando esses dados por meio da técnica de Análise de Componentes Principais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.