MOBILIDADE URBANA: ESTUDO DA EFICÁCIA NO TRANSPORTE PÚBLICO EM FEIRA DE SANTANA

Angela Terezinha Ferreira Vieira

Resumo


O transporte público e coletivo deve atender a todos os cidadãos, sem qualquer
distinção. É obrigação do poder público proporcionar o serviço, mesmo não operando
diretamente e utilizando empresas privadas para a prestação de serviço. De acordo com Ferraz
(1998) o transporte coletivo é um serviço que desenvolve um papel econômico e social de
grande importância, pois torna a mobilidade democrática e facilita a locomoção dos que não
podem dirigir e não possuem automóveis.
Os planejadores de transporte público reconhecem a importância do seu trabalho para
uma maior qualidade de vida nas cidades, levando assim a seguir a tendência mundial de
priorizar o transporte público de passageiros. O desenvolvimento de estratégias que levam ao
equilíbrio da oferta com a demanda, com o desempenho otimizado é uma das maiores
problemáticas para se implantar um sistema de transporte coletivo de passageiros.
Para Carvalho (1984) o desempenho deve ser avaliado seguindo dois critérios: a
eficiência, que é a capacidade do sistema de utilizar os recursos disponíveis para realizar o
serviço e a eficácia que diz respeito ao nível de qualidade alcançado na realização desses
serviços.
Assim, diante dessas premissas, uma análise dos parâmetros de eficácia, levará a um
conhecimento sobre aspectos relevantes acerca da atual qualidade do transporte público em
Feira de Santana.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.