IDENTIFICAÇÃO E ATUALIZAÇÃO GEOGRÁFICO DE LOCAIS IDENTIFICADOS E PRODUZIDOS PELA COMISSÃO DE MELHORAMENTO DO RIO SÃO FRANCISCO

Fernanda de Jesus Novais

Resumo


Os melhoramentos do sistema de navegação fluvial, aliado ao ferroviário e portuário, fariam parte da necessidade do governo imperial em criar vias de locomoção para o transporte de mercadorias e pessoas. Para tal era necessário o conhecimento dos rios e dos dois sistemas em pontos estratégicos.
Para atender a demanda de reformas foram organizadas comissões, uma delas foi a Comissão de Melhoramento do Rio São Francisco (CMRSF) 1883-1896. A CMRSF foi criada para executar melhorias no Rio Com objetivo de facilitar a navegação e por em prática os melhoramentos do rio a partir dos estudos feitos pela CHI(Comissão Hidráulica do Imperio ). A comissão foi composta por engenheiros brasileiros aproveitando, inclusive, alguns que trabalharam na CHI. A primeira equipe foi chefiada pelo Antonio Plácido Peixoto do Amarante com a participação dos engenheiros Theodoro Fernandes Sampaio, João Emiliano Amarante, Evaristo Galvão Filho, João Felix Peixoto de Azevedo Sobrinho, Themístocles Pompeu de Albuquerque Figueiredo, Brotero Frederico de Macedo Costa, Antônio Julio de Gouvêa, além do médico Guilherme Lassance Marback.
A história dos mapas é mais antiga que a própria história, isto se pensarmos na história como a documentação escrita sobre fatos passados. A confecção de mapas precede a escrita. Isto pode ser concluído como fato comprovado, por muitos exploradores dos vários povos primitivos que, embora eles não houvessem alcançado a fase da escrita, desenvolveram habilidades de traçar mapas.
O objetivo da cartografia consiste em reunir e analisar dados e medidas das diversas regiões da terra, e representar graficamente em escala reduzida os elementos da configuração que possam ser claramente visíveis. Para pôr em evidência a configuração da superfície terrestre, o instrumento principal do cartografo é o mapa.
Os mapas escolhidos para tal pesquisa têm características similares. Feitos à mão por Theodoro, num papel de linhas horizontais e verticais, representam respectivamente paralelos meridianos. Os mapas traziam os detalhamentos e as orientações necessárias à implementação técnica dos projetos propostos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.4095

Apontamentos

  • Não há apontamentos.