ASPECTOS RELACIONADOS A ADESÃO AO TRATAMENTO DE USUÁRIOS DE UM CAPS AD DO INTERIOR DA BAHIA SOB A ÓTICA DOS PROFISSIONAIS

Iandra Sara dos santos Ferreira

Resumo


O consumo de substâncias lícitas e ilícitas não é um assunto recente. Desde os primórdios da humanidade relatos apontam para o uso de substâncias psicoativas (SPAs) com várias finalidades, dentre elas, a medicinal e a recreativa, sendo consumida das mais diferenciadas formas. Contudo, o limiar entre o uso e o abuso é bastante tênue e, a dependência química se constitui em uma situação na qual o indivíduo estabeleceu uma relação com a SPA, na qual se tornou refém da mesma.
Os Centros de Atenção Psicossocial álcool e drogas (CAPS ad) que se constituem como serviços de atenção psicossocial que devem ofertar atendimentos capazes de responder às particularidades de cada sujeito, dos familiares e da comunidade em seu entorno, trabalhando na lógica de Redução de Danos (RD) e sendo apoiados por outras práticas de atenção comunitária (BRASIL, 2003).
Um fator preditivo que contribui para a eficácia do tratamento de transtornos mentais é a adesão ao tratamento. A adesão é imprescindível para o gerenciamento desse transtorno, e depende dela o sucesso da terapêutica proposta, a minimização dos sinais e sintomas, a remissão do transtorno, a redução de possíveis doenças e agravos, a motivação para a reabilitação, prevenção de lapsos e recaídas e a reinserção social (MONTEIRO, et. al, 2011)
Na condição de estudante do curso de graduação em Enfermagem, saliento a importância de considerar como os profissionais do CAPS ad visualizam a adesão ao projeto terapêutico singular, tido por alguns como sinônimo de tratamento. Diante disso surgiu o seguinte questionamento: Qual a percepção dos profissionais de um CAPS ad do interior da Bahia sobre a adesão às terapêuticas oferecidas?
Nesta perspectiva este estudo teve como objetivo analisar os fatores relacionados a adesão às terapêuticas oferecidas aos usuários de um CAPS AD do interior da Bahia sob a ótica dos profissionais.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13102/semic.v0i22.4148

Apontamentos

  • Não há apontamentos.