Resumo do Mapeamento Sistemático sobre o método Problem Based Learning

Ivan dos Santos Peixoto

Resumo


A metodologia de Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL) é adotada no curso de Engenharia de Computação da UEFS desde seu surgimento em 2003, representando um importante diferencial na formação do aluno [1, 2]. O método PBL propõe que o aluno aprenda o conteúdo proposto de forma diferente, simulando um ambiente de criação e discussão de projetos, como nas empresas.
Um método desta natureza requer constante aprimoramento dos atores envolvidos em sua aplicação. Vários aspectos envolvem a aplicação do método de forma adequada. Um deles é a uniformidade de aplicação do PBL no curso. Outra se refere ao impacto causado na aprendizagem do estudante. Há também a necessidade de os tutores seguirem um modelo adequado e uniforme de avaliação e atuação com suas turmas.
Uma das dificuldades em tratar estas questões é que a maior parte dos professores envolvidos no PBL do curso de Engenharia da Computação não possui formação que enfoque métodos pedagógicos de ensino. A maior parte dos professores teve contato com o método quando ingressaram na UEFS e no curso de Engenharia de Computação. Este contato tipicamente ocorreu a partir de oficinas e recomendações de leituras realizadas pelos próprios professores do curso. Uma das dificuldades que os professores enfrentam, entretanto, é que as atividades de pesquisa, ensino e extensão dificultam a disponibilização de tempo para o aprimoramento constante sobre o método PBL. Atualmente há um extenso conjunto de estudos sendo realizados sobre o método PBL [3, 4, 5, 6]. O problema é tornar este conhecimento acessível e útil para a aplicação do PBL no curso de Engenharia da Computação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.