PRODUÇÃO DE ELEMENTOS CONSTRUTIVOS PARA FORMA DE VIGAS REFORÇADO REFORÇACO COM FIBRAS VEGETAIS

Priscila Araújo de Souza

Resumo


A indústria da construção civil é um dos setores que mais consome recursos da natureza. Na tentativa de redução do impacto causado ao ambiente buscam-se cada vez mais formas de se utilizar materiais e sistemas construtivos mais apropriados, isto é, que sejam de fontes renováveis, com baixo custo energético e que tenham consumos mínimos.
Desde o início da década de 70 têm-se optado pelo uso sistemático de fibrocimento com fibras vegetais em elementos para cobertura para substituir o uso de telhados em palhas. Sua potencialidade como elemento semi-estrutural foi verificada na produção de telhas canaletas e na produção de formas perdidas para lajes (SCHAFER; BRUNSSEN,1990). Porém, devido a problemas de incompatibilidade química entre o cimento e a fibra vegetal, a produção de elementos construtivos foi interrompida e novas aplicações de fibras vegetais em elementos construtivos voltaram a ser avaliadas apenas a partir da década de 90 e confirmaram o seu potencial (SCHAFER; BRUNSSEN,1990; FARIAS FILHO et al,2000; SAVASTANO JR, 2000; TOLEDO FILHO et al,2003). Nesse contexto, esse trabalho tem como objetivo geral o desenvolvimento de uma forma permanente pré-fabricada de concreto com reforço de fibras curtas de sisal, com uso destinado à produção de vigas de concreto armado.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.